A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai denunciar 22 clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro por violação às regras contra Covid-19.

Foram 36 infrações relatadas, que serão apresentadas até o fim da próxima semana. Elas envolvem quatro times da segunda divisão (Cuiabá, Cruzeiro, Oeste e Vitória) e 18 da elite – Corinthians e Atlético-GO são as únicas exceções.

Entre as denúncias, estão a troca de camisas entre jogadores depois da partida e não utilização de máscara por parte de atletas e membros da comissão técnica no banco de reservas, por exemplo.

A pena prevista é de multa que pode variar entre R$ 100 e R$ 100 mil.

“Me parece que todas vão virar denúncia, pelo menos a grande maioria pelo que vi até agora. O que se discutiu muito na Procuradoria é a questão da responsabilidade do clube. Porque, às vezes, o atleta está no banco e não põe a máscara. O clube aderiu às diretrizes, que são parte integrante do regulamento. O clube também é responsável porque tem a obrigação de orientar, fiscalizar e exigir o uso do equipamento de proteção”, disse o procurador Ronaldo Botelho.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul