Nesta terça-feira (26), o Atlético-GO foi punido por injúria racial de um torcedor ao volante Fellipe Bastos, do Goiás, em jogo entre os times no dia 8 de maio, no Estádio Antônio Accioly, pelo Brasileirão.

O clube goiano perdeu um mando de campo e recebeu multa de R$ 50 mil pelo caso do jogador ter sido chamado de "macaco" na saída de campo. O autor não foi identificado.

O Atlético afirmou que irá entrar ainda nesta semana com recurso, bem como com pedido de efeito suspensivo da pena.

Fellipe Bastos registrou o caso no Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (GEACRI), em Goiânia.