A indefinição, angústia e espera terminaram. Passados oito meses do ano e um longo período apenas de treinos, chegou finalmente a hora do Jaraguá Futsal fazer sua estreia oficial na temporada.

Campeão em 2005, 2007, 2008 e 2010, o aurinegro inicia sua caminhada em busca do quinto título da Liga Nacional, neste sábado (29), contra o atual bicampeão Pato, às 13h15, no ginásio Dolivar Lavarda, em Pato Branco-PR.

As seis taças em quadra já seria o suficiente para gerar grande expectativa em torno do confronto, que terá transmissão na TV Fechada, pelo canal Sportv. Mas tem outro ponto que pode esquentar ainda mais o duelo no interior do Paraná.

Afinal, as equipes se encontraram na semifinal da LNF do ano passado, quando o Pato acabou eliminando o Jaraguá e depois garantiu seu segundo título consecutivo sobre o Sorocaba.

Lance da semifinal do ano passado | Foto: Divulgação/Pato Futsal

O ano mudou, os elencos se reformularam e as arquibancadas agora estarão vazias. Mas quem viveu aquele embate histórico em 2019 ainda não esqueceu, como destaca o pivô Jé.

“Queira ou não queira carregamos isso (derrota na semifinal do ano passado) para o jogo, mesmo sendo outro ano. Acabou se criando uma rivalidade pelo confronto de 2019 e esperamos novamente um jogo equilibrado”, disse.

Para tentar ‘dar o troco’ no adversário e começar a competição com o pé direito, o Jaraguá terá força máxima para a partida após todos os jogadores testarem negativo para Covid-19, em exames feitos antes da viagem.

Foto: Lucas Pavin/Avante! Esportes

Com isso, a maior dificuldade deve ser a falta de ritmo de jogo, fator um pouco menos sentido pelo Pato que já tirou aquela ansiedade de estreia na semana passada, quando venceu o Campo Mourão por 5 a 3, pela abertura da Liga.

“Devemos sentir o ritmo de jogo que é natural, mas isso vai ser corrigido ao longo das partidas. Sabemos que jogar contra o Pato no Paraná, mesmo sem torcida, é muito difícil. É um grande desafio, que exige superaçãoo”, comentou o técnico Lucas Chioro.

Formato de disputa

Devido a pandemia, a LNF precisou mudar o formato de disputa da competição para 2020, agrupando as 21 equipes participantes em três grupos na primeira fase, com sete integrantes cada, todos regionalizados.

Jaraguá e Pato estão no grupo B, juntamente com Assoeva, Joaçaba, Tubarão, Campo Mourão e Umuarama.

O grupo A conta com Carlos Barbosa, Atlântico Erechim, Blumenau, Joinville, Cascavel, Foz Cataratas e Marreco.

Já o grupo C reúne Brasília, Dracena, Corinthians, Minas, Praia Clube, São José e Sorocaba.

Os times jogam entre si dentro das chaves, sendo que os cinco melhores colocados de cada grupo e o melhor sexto colocado avançam ao mata-mata.

Todas as partidas acontecerão sem a presença de público por conta da pandemia do novo coronavírus.

Preparação e resiliência

Essa será apenas a segunda aparição da equipe jaraguaense no ano. No dia 7 de março, ainda antes dos primeiros casos de Covid-19 serem divulgados no país, ocorreu o jogo festivo contra a seleção da Guatemala, que marcou a despedida do craque Falcão com a camisa aurinegra.

Na ocasião, o torcedor pôde ver algumas contratações para 2020, como Cabreúva, Ygor Motta, Pirulito e Ruan, junto com remanescentes do ano passado, como João Neto, Jé, João Guilherme, entre outros.

Cabreúva voltou a vestir a camisa aurinegra após 11 anos | Foto: Lucas Pavin/Avante! Esportes

Pouco depois daquele dia histórico, veio a proibição para o início dos campeonatos e até dos treinos.

No caso do Jaraguá, foram quase três meses de afastamento, com o retorno das atividades presenciais acontecendo apenas no dia 1º de junho e seguindo protocolo rígido de segurança.

De lá para cá, as reviravoltas nos bastidores e até mesmo a incerteza se haveria competições na temporada exigiu grande esforço mental dos atletas, membros da comissão técnica e dirigentes.

Especialmente depois do dia 12 deste mês, em que o elenco chegou a viajar até Lages para primeira rodada do Campeonato Catarinense, mas soube que não haveria jogo prestes a entrar em quadra.

Foto: Divulgação

Mas o ânimo se renovou com a confirmação do início da Liga e o técnico Lucas Chioro vê o grupo focado para alcançar o principal objetivo do clube na temporada, que é conquistar, pelo menos, um título.

“A Liga Nacional é a competição que todos almejam em termos de conquista, ainda mais para Jaraguá que clama por título há alguns anos. Então enfrentar o atual campeão (na estreia), voltar a jogar e trabalhar nos dá um ânimo muito grande de fazer um grande jogo e ter sucesso na Liga”, afirmou.

Elenco 2020 do Jaraguá Futsal

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul