A pandemia do novo coronavírus pode trazer uma mudança significativa no calendário da principal competição do futebol nacional em 2020.

Após reunião por videoconferência com 40 clubes, os 20 da Série A e os 20 da Série B, a CBF não deu garantias de que o Campeonato Brasileiro será disputado com 38 rodadas.

“Não sabemos se nós voltaremos em junho, em julho, em agosto ou em setembro. Então, antecipar que garantimos 38 rodadas, neste momento não é possível. É o desejável. Vamos dizer que é tudo que nós queremos. Faremos o impossível e o impossível. Mas não podemos declarar que nós vamos fazer”, disse o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

A manutenção dos pontos corridos é fundamental para os clubes, principalmente pela parte financeira, já que a televisão e os patrocinadores investem pelas 38 rodadas.

Caso a fórmula sofra alteração, os valores precisariam ser revistos e consequentemente impactaria na saúde financeira dos clubes.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger