Em reunião nesta quarta-feira (8), a CBF e todos os clubes da Série A do Brasileirão – com exceção do Flamengodecidiram que o campeonato seguirá sem a presença de público.

Os 19 clubes e a entidade também tentarão derrubar a liminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que concedeu ao Rubro-Negro carioca o direito de mandar jogos com torcida.

O entendimento é que o público só deve retornar aos estádios quando todas as prefeituras locais das equipes envolvidas concedam a mesma liberação.

Além disso, ficou decidido que, se algum clube usar liminar para ter torcedores na arquibancada, a rodada inteira da competição será suspensa.

O Flamengo emitiu um comunicado mais cedo que não participaria da reunião por entender que a decisão sobre o tema “escapa à competência desportiva da CBF”.

A volta do público em jogos da Copa do Brasil será abordada em outra reunião. Porém, o Grêmio já ameaçou não entrar em campo contra o Flamengo, pelo jogo de volta das quartas de final, na próxima quarta-feira (15), às 21h30.

Na ida, o Tricolor gaúcho jogou sem a presença do seu torcedor na Arena, em Porto Alegre, e foi goleado por 4 a 0.