Com o objetivo de avançar no protocolo médico, visando o retorno do futebol em Santa Catarina, representantes da Federação Catarinense de Futebol (FCF) se reuniram com integrantes do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) na noite de quarta-feira (27).

Com uma regulamentação de segurança bem definida, a FCF agora aguarda até sexta-feira (29) a resposta do governo para volta do Campeonato Catarinense em junho.

Além do plano traçado, a entidade convidou a Vigilância Sanitária para visitar os clubes que já voltaram aos treinos e realizaram testes de Covid-19. No caso, Avaí, Figueirense, Chapecoense, Brusque e Juventus.

Reunião entre COES e FCF | Foto: Divulgação/Governo de SC

Entre as sugestões do protocolo médico estão os jogos sem público, higienização contínua, testagem rápida antes das partidas e relatórios dos departamentos médicos das equipes.

Caso a resposta do governo seja positiva, a ideia é o que os clubes tenham 15 dias de preparação antes do pontapé inicial do torneio.

O Estadual foi paralisado após o término da primeira fase. As quartas de final serão disputadas entre Avaí x Chapecoense, Brusque x Joinville, Figueirense x Juventus e Marcílio Dias x Criciúma. Já Concórdia e Tubarão brigam contra o rebaixamento.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul