Jogando com os portões fechados desde a volta do futebol há três meses, os clubes brasileiros estão se movimentando nos bastidores para que o público possa voltar aos estádios, a partir de novembro.

Como a pandemia segue com números altos no país, a ideia é que a presença dos torcedores tenha uma limitação de 30% a 50% da capacidade no início.

Os dirigentes tentarão a liberação, principalmente pela parte financeira. Sem arrecadação de bilheteria, os clubes alegam que os prejuízos já ultrapassaram a cada dos R$ 2,63 milhões com a organização das partidas.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul