Faixa preta 3° grau de jiu-jitsu e renomado organizador de eventos de luta, Márcio Keske está desenvolvendo um grande trabalho voluntário nos Estados Unidos.

Com vasta experiência no esporte, o brasileiro tem feito parte da Hope & Justice Foundation, fundação que batalha contra o tráfico humano, abuso sexual e exploração infantil nos Estados Unidos.

“A cada 15 dias, venho ministrando seminários gratuitos de defesa pessoal para mulheres, junto com o professor Christophoros na Atos BJJ Orlando, que tem cedido o espaço também gratuitamente para que isso aconteça. São pessoas do bem, unidas, para que possamos combater esse mal que assola a sociedade. Tenho certeza que, se as mulheres souberem o básico de técnicas de defesa pessoal, isso poderá fazer uma grande diferença em um caso de violência”, disse ao site Tatame.

Keske realiza seminários de defesa pessoal por conta dos altos índices de violência contra mulheres no país.

As aulas são voltadas para o público feminino e tem como objetivo principal promover o autoconhecimento, despertar a importância de conhecer, praticar e aprimorar a autodefesa.

Segundo pesquisa do Instituto Nacional de Justiça dos EUA, existem altas chances de em algum ou alguns momentos na vida, mulheres se depararem com agressores dispostos a lhes causarem algum tipo de dano.

E para reduzir essa possibilidade, o lutador brasileiro vem utilizando o jiu-jitsu para ajudar as norte-americanas.

História no mundo das lutas

Atualmente com 40 anos, Márcio Keske iniciou nas artes marciais em 1996, através do muay thai. Após dois anos, entrou no jiu-titsu, em que permanece até hoje.

Além disso, ele atrelou sua paixão pelos esportes de contato a seu lado empresarial, e com o tempo, desenvolveu vários eventos relevantes no país, revelando muitos atletas para o mundo.

Entre eles, a ex-campeã peso-palha do UFC, Jessica Bate-Estaca, o ‘casca grossa’ Fábio Maldonado, e o peso-leve do UFC e recordista em finalizações, Charles do Bronx.

Keske também foi o responsável, junto com o Memorial, pela organização do evento que trouxe de volta aos ringues o campeão mundial de Boxe Acelino "Popó" Freitas, em uma noite épica, com mais de 6 mil pessoas no ginásio e transmissão ao vivo para vários países.

Fonte: Tatame