Após a frustrante manhã de quarta-feira (28), o Time Brasil melhorou o desempenho entre a noite de quarta e madrugada desta quinta-feira (29), nas Olimpíadas de Tóquio.

Inclusive, com a conquista de mais uma medalha. No judô, Mayra Aguiar venceu a disputa do terceiro lugar contra a sul-coreana Hyunji Yoon e garantiu o bronze na categoria até 78kg.

Com isso, ela se torna a primeira brasileira a conquistar três medalhas olímpicas em um esporte individual. Antes de Tóquio, a judoca já havia ficado com o bronze em Londres 2012 e Rio 2016.

“Não estou conseguindo falar, estou emocionada. Acho que é a conquista mais importante para mim. Foram difíceis os últimos tempos, bem difíceis, tem que superar, superar de novo e de novo. Não aguentava mais fazer cirurgia, ainda mais no momento que vivemos, tive medo, angústia. Mas continuei. Dar o nosso melhor vale a pena”, disse em entrevista à TV Globo.

Em outras duas modalidades individuais, o Brasil conseguiu classificações. No ciclismo BMX, Renato Rezende terminou sua bateria na terceira colocação e se classificou para as semifinais, que acontecem na noite desta quinta.

Foto: REUTERS/Matthew Childs

Já no boxe, Hebert Souza estreou com vitória sobre o chinês Erbieke Tuoheta por 3 a 2 na decisão parelha dos juízes e vai às quartas de final da categoria até 75kg.

Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino

Os demais resultados não foram para muitas comemorações. Ana Sátila ficou na décima posição do C1 da canoagem slalom, mas deixa os Jogos como a primeira mulher do país a ter chego em uma final da modalidade.

Na natação, Guilherme Costa, o Cachorrão, terminou na última colocação da final do 800m livre.

Foto: REUTERS/Molly Darlington

No remo, Lucas Verthein não conseguiu vaga para final, enquanto no rugby feminino, a seleção brasileira perdeu para o Canadá por 33 a 0 e somou a segunda derrota em dois jogos.

Por fim, o handebol feminino conheceu a primeira derrota. Depois de vencer a Hungria e empatar com a Rússia, o Brasil perdeu para Espanha por 27 a 23, mas segue no grupo de classificação às quartas de final.

Foto: REUTERS/Susana Vera