Segundo informação do jornal Folha de S.Paulo, o Brasil vai vacinar cerca de 2 mil pessoas, entre atletas, integrantes de comissões técnicas e colaboradores que estarão nas Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio, no Japão.

De acordo com o jornal, o Ministério da Defesa confirmou a informação, mas ficará a cargo do Comitê Olímpico do Brasil definir a lista de pessoas que serão imunizadas de forma prioritária.

Outros países do mundo também colocaram atletas no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19, como Bélgica, Espanha, Alemanha, entre outros.

O Comitê Olímpico Internacional já disse publicamente que as vacinas não serão obrigatórias para os atletas disputarem os Jogos.