O Avaí derrotou o Operário-PR por 2x0 na tarde desta quarta-feira (2) no estádio da Ressacada, em Florianópolis, em jogo da sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A segunda vitória seguida na competição faz o time de Florianópolis chegar aos nove pontos em seis jogos e assumir a 10ª posição na classificação. O time paranaense caiu para a quinta posição, provisoriamente, com 12 pontos em sete jogos.

 

Valdívia participou do primeiro gol do Avaí | Foto André Palma Ribeiro/Avaí FC

Estratégia repetida

Para chegar ao segundo resultado positivo seguido, o técnico Geninho repetiu o time do triunfo sobre o Oeste e a mesma estratégia. O início de jogo, aliás, foi uma cópia. O Avaí iniciou pressionando o adversário e logo aos 12 minutos fez 1x0. Pedro Castro aproveitou a falha da defesa adversária numa saída de bola errada e abriu o placar.

A partir daí o time catarinense recuou e passou a jogar em contra-ataques. Como a qualidade do Operário é superior a do Oeste, a pressão foi maior.

Daniel Amorim (C) fez o segundo gol do Avaí | Foto André Palma Ribeiro/Avaí FC

Ataque contra defesa

Só que diferente do jogo anterior, quando o segundo gol saiu nos minutos finais, desta vez o 2x0 veio ainda no primeiro tempo. Aos 37, Arnaldo avançou pela direita e cruzou precisamente na cabeça de Daniel Amorim. Gol sem chances para o goleiro Rodrigo Viana.

Com dois na frente, o segundo tempo foi ainda mais de ataque do Operário contra a defesa do Avaí. Porém, com muito mais eficiência por parte dos avaianos, que seguraram o resultado e garantiram mais três pontos.

Próximo jogo

Neste domingo (6), o Avaí volta a campo para encarar a Chapecoense, às 11 horas, na Arena Condá. O Operário enfrenta o Guarani, no sábado (5), em Ponta Grossa.

 

Avaí assumiu a 10ª posição na classificação | Foto André Palma Ribeiro/Avaí FC

Ficha Técnica

Avaí 2 - Lucas Frigeri; Arnaldo (Tucão), Betão, Rafael Pereira e Capa; Ralf, Jean Martim (Bruno Silva), Pedro Castro e Valdívia (Leonan); Romulo (Lourenço) e Daniel Amorim (Gastón Rodriguez). Técnico - Geninho.

Operário 0 - Rodrigo Viana; Sávio, Bonfim, Ricardo Silva (Maranhão) e Reniê; Jardel (Rafael Chorão), Douglas Coutinho, Jimenez e Thomaz (Jean Carlo); Schumacher (Roger) e Julinho (Fabiano). Técnico - Gerson Gusmão.

Gols – Pedro Castro, aos 12; e Daniel Amorim, aos 37 do 1º tempo.

Cartões Amarelos – Frigeri, Capa, Leonan (A). Bonfim, Jean Carlo e Julinho (O).

Arbitragem - Douglas Schwengber da Silva (RS); auxiliado por André da Silva Bitencourt (RS) e Maurício Coelho Silva Penha (RS).

Local - Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp