Em entrevista nesta terça-feira (17), o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse que os atletas não serão forçados a receber vacinação contra o novo coronavírus antes da Olimpíada de Tóquio.

Porém, aconselhou que deveriam fazê-lo como "demonstração de solidariedade" com os japoneses. Bach visitou a Vila dos Atletas no mesmo dia, e concluiu sua viagem de dois dias à capital do Japão com uma parada no Estádio Nacional.

"Incentivaremos os atletas para que, sempre que possível, recebam a vacinação, porque é melhor para sua saúde, e também é uma demonstração de solidariedade com seus colegas atletas e também com o povo japonês", disse o alemão.

Mais de 11 mil atletas são esperados para o evento, que deve começar no dia 23 de julho de 2021.

Fonte: Agência Brasil

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul