A saga de Tamiris Drumond para disputar o Mundial de Karatê teve um final feliz. Após conseguir dinheiro através da venda de bolos e biscoitos, a catarinense de 35 anos foi até a Itália e se sagrou campeã da categoria kumite por equipes.

“Quero agradecer esse sonho realizado. Meu coração ainda está transbordando de emoção. Eu consegui, junto com a minha equipe, tocar o hino nacional. Foi emocionante”, publicou a atleta nas redes sociais.

Natural de São José, na Grande Florianópolis, Tamiris encontrou no karatê a forma de superar uma depressão após perder o marido em 2020.

Com o passar do tempo foi evoluindo nos treinos e nas competições até ser convocada para representar o Brasil no Mundial da IKU, organização paralela à Federação Mundial de Karatê.