A mesatenista criciumense, Bruna Costa Alexandre, conquistou nesta segunda-feira (30) a medalha de prata no tênis de mesa paralímpico, em Tóquio. Essa foi a primeira vez que o Brasil chegou a final feminina da história do tênis de mesa brasileiro.

A criciumense Bruninha foi superada na final por Qian Yang, chinesa naturalizada australiana. A vitória da adversária foi de 3 sets a 1. Com a nova conquista, a atleta soma três medalhas paralímpicas. Ela já havia conquistado dois bronzes nas olimpíadas no Rio, em 2016.

Raízes criciumenses

“Bruninha”, como é conhecida a atleta, começou a praticar o esporte nas escolinhas da Fundação Municipal de Esportes (FME), de Criciúma, sob orientação do técnico Alexandre Ghizi, que também representa Criciúma em Tóquio.

Técnico da FME/Mampituba, Alexandre Ghizi introduziu Bruna ao esporte quando ela tinha apenas sete anos. Na época, o treinador dava aulas no bairro Ceará, onde a família da atleta mora. Em julho, ele foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro para participar dos jogos pela segunda vez.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp