Atleta catarinense consegue deixar Israel após 33 horas no aeroporto

Foto: Matsui Mikihito/CPB

Por: Lucas Pavin

09/10/2023 - 17:10 - Atualizada em: 09/10/2023 - 17:16

Depois de angustiantes 33 horas no aeroporto de Tel Aviv, Ymanitu Silva conseguiu deixar Israel, que vive um intenso conflito com o grupo extremista Hamas e já resultou na morte de milhares de pessoas nos últimos dias.

Paratleta da seleção brasileira de tênis em cadeira de rodas, o catarinense de Tijucas desembarcou na capital israelense no sábado (7), visando uma competição preparatória às Paralimpíadas de Paris em 2024. Porém, foi surpreendido pelas notícias dos ataques e imediatamente encaminhado para um abrigo antiaéreo.

Junto com Leandro Pena e Daniel Rodrigues, os outros dois brasileiros da seleção, ele ficou aguardando o voo de volta, que veio na noite de domingo (8), com suporte da CBT (Confederação Brasileira de Tênis), do CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro), além do Governo Federal e da Embaixada Brasileira em Israel.

“A situação ficou tensa. A gente tá no aeroporto. O pessoal do aeroporto mandou todo mundo correr pro porão. Todo mundo largou mala, largou tudo. Foi todo mundo correndo para o porão. Nunca vi isso na minha vida. Tá todo mundo tenso aqui”, contou Ymanitu, ainda no sábado, à reportagem do ge.

Leandro Pena, Ymanitu Silva e Daniel Rodrigues no aeroporto | Foto: Arquivo Pessoal