Pessoas ligadas ao futebol, às modalidades olímpicas, jornalistas e simpatizantes criaram um grupo que propõe a luta por uma sociedade mais justa e igualitária.

Intitulado de Esporte pela Democracia, o grupo pretende levar para dentro do esporte um debate sobre os mais variados temas da sociedade e dar voz à luta pelos direitos do cenário esportivo.

Por um aplicativo de mensagens, os envolvidos estão inicialmente alinhando as propostas para definir os próximos passos da campanha.

São cerca de 90 nomes já confirmados. Entre eles, Joanna Maranhão (natação), Ana Moser (vôlei), Raí (futebol), Gustavo Kuerten (tênis), entre outros.

"Queremos voltar a nos sentir orgulhosos de nosso país, representando em Copas do Mundo, Olimpíadas e em outras competições internacionais o legado de nossa cultura, nossa história, nosso povo", diz um trecho do manifesto.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul