Alpinista jaraguaense já está aos pés do monte Elbrus

Fotos: Arquivo Pessoal Fotos: Arquivo Pessoal

Esporte

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 04:48 - 29/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
O alpinista Hélio Fenrich, que pretende alcançar o topo da montanha mais alta da Europa, já está na Rússia, aos pés do monte Elbrus. Ele deixou Jaraguá do Sul no último fim de semana e, nesta quarta-feira, 29, iniciou o período de aclimatação. Nesta primeira investida, o montanhista saiu de 2,2 mil metros de altitude e foi até 3,2 mil metros. “É uma fase muito importe de adaptação do corpo à altitude”, explica. Com um fuso horário de seis horas, a viagem até Terskol, último vilarejo próximo ao Elbrus, levou dois dias entre a partida, no domingo, 26, e a chegada, na terça-feira, 28. “Foi bem cansativo”, comenta. Hélio Fenrich - monte Elbrus - arquivo pessoal 2 Localizado da cordilheira do Cáucaso, na Rússia, o monte possui 5.642 metros de altura e será o segundo escalado por Fenrich dentro do ‘Projeto Sete Cumes’. No ano passado, o alpinista subiu o famoso Aconcágua, na Argentina, expedição que deu a largada ao desafio. Até 2021, ele pretende alcançar o topo do Kilimanjaro, na África, do McKinley, na América do Norte, do Everest, na Ásia, do Carstensz, na Oceania, e, por fim, do Vinson, na Antártica. Conforme Fenrich, a ideia teve como inspiração o projeto homônimo que vem movimentando pessoas de diferentes partes do mundo a conquistar as montanhas mais altas de cada continente. Até o momento, apenas sete brasileiros concluíram o desafio, porém, nenhum de forma solitária como ele se propôs a fazer. Em Santa Catarina, não há informações quanto à existência de outros alpinistas colocando em prática o objetivo. Sobre Hélio Fenrich O alpinista Hélio Fenrich é radicado em Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina, e sua primeira escalada aconteceu na montanha Huayana Potosi, com 6.088 metros de altura, na Bolívia, no ano de 2008. Em 2021, ele pretende concluir o ‘Projeto Sete Cumes’, que vem movimentando pessoas de diferentes partes do mundo a conquistar as montanhas mais altas de cada continente. Até o momento, apenas sete brasileiros concluíram o desafio, porém, nenhum de forma solitária como ele se propôs a fazer. Em Santa Catarina, não há informações quanto à existência de outros alpinistas colocando em prática o objetivo. Fonte: Entrelinhas Assessoria em Comunicação
×