Exatamente um ano depois de deixar o Brasil para jogar na Europa, o ala Dian Luka terminou a sua primeira temporada na Itália já adaptado ao futsal europeu. Pelo menos foi o que afirmou o próprio jogador, que está de férias em Jaraguá do Sul, e concedeu entrevista ao portal Avante! Esportes e Rede OCP News.

Revelado e com uma história de dez anos no Jaraguá Futsal, até se transferir para o Joinville, onde atuou entre 2016 e 2017, o jogador que vai completar 26 anos no próximo sábado (28) iniciou sua trajetória no Velho Continente com a camisa do Kaos.

Por lá, teve uma temporada de artilheiro. Após perder os dez primeiros jogos da Liga Nacional por questões burocráticas, o paranaense de Guarapuava marcou 17 gols em 21 partidas, ajudando o seu clube a conquistar a Copa Italiana e chegar ao sexto lugar da Liga.

Uma temporada, que segundo ele, foi fantástica. “Não conseguimos o maior objetivo que era ser campeão da Liga Nacional, mas ganhamos a Copa. Individualmente, eu sempre preferi ajudar na marcação e colocar os companheiros na cara do gol, mas acabei fazendo muitos gols e foi uma marca muito expressiva pra mim. Então foi um ano fantástico”, disse.

Ainda de acordo com o ala, a adaptação a uma cultura diferente foi um pouco complicada, mas com o auxílio de outros seis compatriotas no elenco e o apoio da família, ele já garante estar ambientado.

“Foi muito tempo no Brasil e o começo fora do país assusta, com um filho de 3 meses na época e uma língua bem diferente. Hoje já nos viramos. Não falo italiano perfeitamente, mas já conseguimos entender e estamos bem ambientados”, declarou.

Com mais um ano de contrato junto ao Kaos, o atleta ex-Jaraguá espera que a temporada 2018/2019 seja ainda melhor para o clube.

“Nossa equipe foi montada por muitos jogadores com dois, três anos de contrato. Então essa próxima temporada vamos mais forte em busca do título nacional, da Copa Itália e Copa da Divisão. Mas o objetivo maior é levar a equipe para Copa da Uefa, que seria algo inédito para o clube”, destacou.

Recuperação de lesão

Curtindo a família e amigos em Jaraguá do Sul, Dian ainda aproveitou a vinda para cidade para tratar de uma fratura em três costelas sofrida em um jogo da Copa da Divisão, que o tirou dos playoffs da Liga Italiana. Até retornar ao país europeu, ele vem realizando sessões diárias de fisioterapia com o fisioterapeuta do Jaraguá Futsal, Wilson Gomes Junior.

“Foi uma lesão séria e estamos tendo alguns cuidados específicos. Ele (Dian) também precisou de algumas readaptações por ser a primeira temporada na Europa, já que estava adaptado a cultura daqui (Brasil) de muito fortalecimento e equilíbrio. Então fizemos todo um trabalho de reabilitação e preparação para ele voltar bem para Itália”, destacou Junior.

Jaraguá Futsal

Mesmo de longe, o ala segue acompanhando o Jaraguá Futsal, clube que o projetou ao cenário nacional. Com nove títulos no currículo entre a ‘era Malwee’ e o ano de 2015, Dian elogiou a postura da atual diretoria e a formação do time.

“O Jaraguá tem uma diretoria sólida e de total transparência, o que não acontecia quando estava aqui. Vejo também uma equipe muito bem formada, com excelente técnico (Fernando Ferretti). Esse conjunto acredito que vai render bons frutos”, afirmou o jogo, que ainda projeta um futuro vencedor do aurinegro.

“É um processo (de reestruturação) que demora e até pode render um título nesse ano. Mas acredito que em dois, três anos, Jaraguá vai retornar com toda força do mundo e ser aquele clube que encheu os olhos de muita gente. Tenho um carinho enorme pela torcida e pelo clube, então fica minha torcida”, finalizou.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?