Após uma semana de jogos contra equipes brasileiras e argentinas na 2ª Buenos Aires Futsal Cup, uma das categoria sub-13 do Jaraguá Futsal voltou para casa ontem trazendo o título da competição. Outra equipe formada por atletas jaraguaenses da mesma faixa etária ficou em terceiro lugar. Os times sub-11 e sub-15 também faturaram a terceira colocação em seus respectivos confrontos. A experiência de competir em outro país, conhecer uma nova cultura e filosofia de trabalho não sairá tão cedo da memória dos 50 jaraguaenses que estiveram em terras hermanas para a disputa da competição sul-americana. Quando se trata de um dos clubes mais vitoriosos do Brasil e que desenvolve um forte trabalho na formação de atletas, o fato de apenas competir passa longe dos objetivos do aurinegro, independente do campeonato. Com uma campanha invicta de três vitórias e dois empates, o time campeão derrotou na final os argentinos da Sociedade Hebraica pelo placar de 3 a 2, de virada, após estar perdendo por 2 a 0. “O diferencial dessa categoria foi o equilíbrio apresentado em todos os jogos. Esse sub-13 do Jaraguá Futsal manteve um bom desempenho do inicio ao fim da competição e esta regularidade os levou ao título”, disse o técnico Anderson Decker, que contou com o apoio da comissão formada ainda por Jeferson Nicocelli, Patrick Mercer e Janio Giacomini.
IMG_0485
Equipe teve o melhor técnico eleito da categoria, Anderson Decker (à direita), e o melhor goleiro, Cauê Mira (2º à esquerda)
Além do troféu de campeão, a equipe teve o goleiro Cauê Mira, de 12 anos, eleito o melhor da posição na categoria. “Foi muito legal e emocionante [receber a homenagem]. Espero ganhar mais premiações dessas daqui para frente”, relatou Cauê. Na categoria sub-11, os meninos acumularam três vitórias e uma derrota na primeira fase, mas acabaram perdendo na semifinal para o GRE Pinturas/Santo André-SP, por 4 a 2. Pelo sub-15, os jaraguaenses obtiveram dois triunfos e dois reveses na fase classificatória. Na semi, o time foi derrotado pelo Jorge Newbery, da Argentina, por 4 a 1. “A nossa experiência na competição foi muito válida e atingiu as nossas expectativas, que eram de chegar em, pelo menos, uma decisão e sair com o título. Então todas as categorias saíram de lá mais fortalecidas”, finalizou Decker.