Cada vez mais em sintonia com o leitor e as mudanças nas ferramentas de comunicação, o jornal O Correio do Povo celebra 99 anos de história. Dessa forma, vem rompendo barreiras e unindo a tradição do jornalismo às diversas plataformas.

Até aqui, o jornal mais antigo de Santa Catarina ainda em circulação se transformou e se reinventou muitas vezes, buscando modernização e expansão. Além do formato impresso, que consolidou a marca OCP, tornou-se digital, e hoje é um veículo de comunicação independente da plataforma. Agora, dá mais um passo em direção ao futuro, lançando o novo site ocp.news.

Nessa única plataforma, estão reunidos os portais da Rede OCP News: OCP Online, Por Acaso, Aconteceu em Jaraguá, Jornal de Joinville e OCP Florianópolis. O novo site é o portal unificado, que agrega todos os portais da rede em uma única URL, visando o fortalecimento da marca, otimização dos processos e expansão territorial.

Novo site reúne em um só lugar todos os portais da Rede OCP News | Foto Reprodução
Novo portal reúne em um só lugar todos os portais da Rede OCP News | Foto Reprodução

De acordo com o diretor de Produtos Digitais, Max Pires, as inovações já começam com a própria marca do OCP, que também é a sua URL. “A partir de agora, nosso público vai acessar a plataforma por meio do domínio ocp.news, que é um endereço mais curto, moderno e rápido de memorizar. A ideia é facilitar ainda mais para os nossos leitores”, explica.

Hoje um dos grandes diferenciais do veículo é a produção de conteúdos hiperlocais, com base nos gostos dos leitores. Ele diz que a distribuição do conteúdo será muito dinâmica, com o uso de cores para definir as editorias. A área de segurança, por exemplo, será destacada em vermelho; entretenimento, em alaranjado; economia, em azul; e assim sucessivamente.

“Isso vai facilitar muito a navegação do usuário. A velocidade do site será muito rápida. A parte de multimídia será um investimento muito grande da Rede OCP a partir de agora, a produção de vídeos, de programas fixos e dos factuais por meio dos plantões, além dos podcasts, que a gente considera um dos formatos com maior aumento de procura pelo público”, antecipa. “É uma nova forma de você consumir notícia, e o OCP vai estar na vanguarda disso também”, complementa.

Leitor poderá visualizar notícias de diversas regiões de Santa Catarina | Foto Reprodução
Leitor poderá visualizar notícias de diversas regiões de Santa Catarina | Foto Reprodução

Como o portal estará integrando todas as plataformas da Rede OCP, cada uma fica responsável por uma área. Assim, a parte de segurança do OCP News é o trabalho que o Aconteceu em Jaraguá já vinha executando e o Por Acaso vai estar responsável pelo setor de entretenimento do novo portal.

“A gente está somando todo o conhecimento que tinha dentro da Rede OCP, com todas essas empresas que foram se fundindo ao longo do tempo, dentro desse único portal, que é ocp.news. Quando você digitar Por Acaso, Aconteceu em Jaraguá, OCP Online, Jornal de Joinville, OCP Floripa, todos esses domínios estarão sendo redirecionados para a nova plataforma. A integração facilitará a vida dos leitores, pois não há necessidade de ficar trocando de portal. Em um clique, você estará acessando o conteúdo de interesse”, destaca o diretor.

Projeto moderno

A nova proposta pretende aproximar os colunistas e a equipe de jornalismo da comunidade. Por isso, todos esses profissionais terão sua própria página, que apresentará todo o histórico das notícias produzidas por eles. O público também terá o contato das redes sociais de cada um dos colaboradores, para haver essa interação, sugestão de pautas e troca de informações.

O projeto gráfico e editorial do jornal está moderno e arrojado. Nesse novo formato, os jornalistas estarão focados em categorias, tornando-se mais criativos na plataforma. A editora do jornal, Natália Trentini, ressalta que fazer bom jornalismo é meta de todos os profissionais do OCP.

“Coletivamente, estamos dando passos para que isso aconteça independentemente da plataforma. Ao leitor do impresso, do digital, até quem prefere um vídeo ou áudio. Quem quer receber informações por e-mail, pelas redes sociais ou na porta de casa. Queremos estar em todos os lugares, aonde o leitor estiver e dando conta de preencher essa demanda por notícias aprofundadas e confiáveis”, garante.

Equipe da Rede OCP News está empenhada em trazer o que há de mais novo para o leitor | Foto Eduardo Montecino
Equipe da Rede OCP News está empenhada em trazer o que há de mais novo para o leitor | Foto Eduardo Montecino

Ela observa que todas essas transformações desafiam os profissionais dentro da redação, que querem captar a atenção de quem vive a cidade e levar adiante as demandas para o desenvolvimento local.

“Isso se torna complexo em meio à enxurrada diária de informações que recaem sobre as pessoas atualmente. Fazer um bom jornalismo é missão da equipe, mas também depende de a comunidade abraçar nosso conteúdo e dar importância a ele. A colaboração vai desde abrir o jornal, ao clique, a enviar informações e sugestões”, aponta Natália.

“O compromisso sempre foi e continua sendo com a informação, com o leitor e com os patrocinadores”, reforça a editora, Rosana Ritta, destacando a preocupação em usar uma linguagem jornalística padrão que atenda às aspirações dos diferentes tipos de leitores, uma vez que pesquisas apontam que o cérebro processa de maneiras diferentes as informações lidas em uma tela ou no papel.

Navegação facilitada

Hoje, a integração do jornal impresso com o digital vai permitir que a Rede OCP News faça algo inédito em Jaraguá do Sul. Vídeo, áudio, imagem em 3D ou o que mais a tecnologia oferecer estará disponível aos leitores em uma única plataforma.

“A gente acredita que o conteúdo tem que ser tratado com seriedade, mas não precisa ser feito de forma quadrada. Em todas as categorias dá para trabalhar conteúdos interessantes, curiosos e não necessariamente factuais”, avalia Max Pires.

A facilidade da navegação do novo site é muito evidente, segundo o diretor da BW2 Tecnologia, André Becker. Ele salienta que uma das maiores preocupações ao iniciar o projeto, além da usabilidade do site, foi fazer a integração não só entre os portais da Rede OCP, mas de todos os produtos, como o canal do YouTube, os podcasts, 7 Melhores, Agenda de Eventos e cobertura fotográfica.

Novo site integra todas as produções audiovisuais da Rede OCP News | Foto Reprodução
Novo portal integra todas as produções audiovisuais da Rede OCP News | Foto Reprodução

“Toda a questão de agilidade no acesso das informações foi pensada e o tempo de acesso do site diminuiu drasticamente, em quase 60% em comparação com o site anterior. E a tendência é diminuir ainda mais esse tempo de carregamento.

“O site não está mais engessado, haverá surpresa para quem está acessando, instigando os leitores a buscarem mais conteúdo. Através do design, nós vamos passar a importância de determinada notícia para a região”, revela o diretor.

O diretor de Produtos Digitais, Max Pires, garante que o OCP vai entregar a melhor plataforma, indiferente de onde o leitor acessar seu conteúdo. “Quem acessar pelo celular vai ter um site pensado para celular, quem acessar pelo computador vai ter um site pensado para computador. A gente vai entregar a melhor experiência, independente da plataforma que esteja sendo feita, com um carinho especial em cima dos dispositivos móveis, que é de onde vem hoje a maior parte dos acessos (70% da audiência digital)”, aponta.

Evolução da região

Das primeiras prensas aos modernos computadores, muitas foram as revoluções na imprensa. Em quase um século o mundo se transformou pelas guerras, ditaduras, crises econômicas, governos diversos e, claro, por avanços tecnológicos que possibilitaram a expansão do OCP, enquanto muitos outros jornais pereceram.

Para o presidente da Rede OCP News, Walter Janssen Neto, o jornal teve um papel preponderante na evolução histórica do Vale do Itapocu, registrando os principais fatos que ocorreram. Do papel para o virtual, os exemplares que marcam essa trajetória estão sendo digitalizados e em breve estarão disponíveis dentro de nossa plataforma. “Devemos concluir para o aniversário de 100 anos, a digitalização completa de todas as edições desde a fundação do OCP, em 1919”, diz.

Jornal O Correio do Povo nos seus primeiros anos | Foto Reprodução
Jornal O Correio do Povo nos seus primeiros anos | Foto Reprodução

Neste novo cenário, de uma comunicação feita de forma instantânea, o OCP vem se empenhando para estar cada vez mais próximo de seus leitores. “Creio que estamos conseguindo realizar um belo trabalho no OCP, que se traduzirá em beneficio de nossos leitores. Estamos conseguindo unir a jovialidade com a experiência. Quando somos jovens, não possuímos a experiência necessária. Quando já experientes, não possuímos mais a jovialidade necessária para grandes desafios. Isso é da natureza humana”, aponta o presidente.

Janssen Neto enfatiza que a rede está conseguindo unir a jovialidade da realidade digital com a experiência adquirida no jornal impresso. “Dois mundos que se fundem para o beneficio dos leitores e da comunidade”, declara.

Para o futuro, o presidente adianta que o plano é expandir o OCP News gradativamente para todo o Estado de Santa Catarina, pois Joinville e Florianópolis já são realidades. “Temos clareza da importância dos veículos de comunicação em qualquer sociedade, e muita consciência da importância do OCP nas comunidades que atuamos. O compromisso com a verdade, com notícias e fatos verídicos, têm sido os  grandes vetores de nossa comunicação com nosso publico”, sintetiza.

Audiência em Santa Catarina

No último relatório do Instituto Verificador de Comunicação (IVC), referente ao mês de abril, a Rede OCP alcançou 2,4 milhões de visualizações e 803 mil usuários. A meta é fechar o primeiro semestre atingindo a marca de 3 milhões de views por mês e 1 milhão de usuários por mês.

Estamos falando de atingir um sexto do Estado. Cabe ressaltar que conquistamos boa parte desse número trabalhando em Jaraguá do Sul. O diretor geral Marcelo Janssen lembra que essa transformação foi fruto de um planejamento consciente, focado no acompanhamento das novas tendências.

“O Correio do Povo virou Rede OCP, passamos de 20 mil leitores off-line dia, para 50 mil leitores em várias plataformas. Expandimos para a capital e para a maior cidade do estado, levando no DNA a responsabilidade com os leitores e compromisso com os anunciantes”, ressalta.

IVC atesta a audiência crescente da Rede OCP News | Foto Reprodução
IVC atesta a audiência crescente da Rede OCP News | Foto Reprodução

Janssen destaca que há três anos, o OCP era um jornal impresso e um portal, atingindo Jaraguá do Sul e região. Agora, já presente nos municípios de Joinville e Florianópolis, briga pela segunda posição consolidada no Estado em audiência digital.

“O OCP News é hoje um dos veículos mais acessados de Santa Catarina. Estamos vivendo um bom momento e será preciso muita coragem para encarar os novos desafios do universo digital. Nossos leitores mudaram a forma de consumir informação, o mercado publicitário também mudou e precisamos estar atentos a essas tendências”, analisa.

O desafio, de acordo com o diretor geral, é ter resultado e audiência íntegra nas duas plataformas, impresso e digital, “informando e conectando a nossa gente”.

Hoje, a participação da comunidade, seja sugerindo pautas ou simplesmente dando sua opinião sobre os fatos e informações, é intensa. O feedback é diário e faz com que a comunicação se torne cada dia mais dinâmica entre veículo e sociedade.

Compromisso diário

O diretor-executivo da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Ricardo Pereira, fala dessa relação estreita com o público que acompanha o cotidiano pelo jornal. Ele diz que antigamente, dizia-se que os jornais têm uma espécie de contrato renovado diariamente com seus leitores, sempre que eles vão às bancas comprar seu exemplar preferido ou o recebem em casa, como assinantes.

“Hoje, com a internet e as mídias digitais, podemos dizer que esse contrato é renovado a cada minuto, a cada hora. O importante, sempre, é a informação de qualidade e a manutenção da credibilidade. Há quase um século o Correio do Povo vem renovando seu contrato de credibilidade com seus leitores. Isso merece aplausos”, comenta.

Conforme Pereira, os votos da ANJ são de que o jornal prossiga praticando o bom jornalismo que o faz há tanto tempo uma fonte confiável de informações para os cidadãos de sua região.

“Poucos jornais em nosso país têm tamanha longevidade. Toda essa trajetória certamente é resultado de um jornalismo sério e responsável, identificado com os anseios de Jaraguá do Sul e de sua região. Vida mais longa ainda para o Correio do Povo!”, deseja.