Neste momento desafiador para todos no planeta, o tradicional evento da região não passará em branco, mas terá um formato diferente e seguro para celebrar as tradições germânicas

Lar de algumas das festas mais tradicionais da cultura germânica no Brasil, Pomerode abriga também a maior festa de Páscoa da América Latina, a Osterfest.

O evento que celebra as mais genuínas tradições pascais dos imigrantes alemães é mais uma forma de a comunidade local resgatar suas raízes e preservá-las para orgulho das próximas gerações.

A festa acontece todos os anos entre os meses de fevereiro e abril, no Centro Cultural de Pomerode, e atrai turistas de todo o país. Eles viajam para ver de pertinho a famosa Osterbaum, a maior árvore de Páscoa da América e também o maior ovo de Páscoa do mundo, reconhecidos pelo Guinness World Records.

Entre as atrações preferidas dos turistas também está a Ostermarkt, feira de artesanato com grande diversidade de artigos decorativos para a data. Os visitantes inclusive têm a oportunidade de acompanhar apresentações de grupos folclóricos da região e saborear o melhor da gastronomia típica, com cerveja geladinha para espantar o calor desta época do ano.

Foto divulgação | Avip

De acordo com a diretora-executiva da Associação Visite Pomerode (Avip), Rejane Koch Goede, atualmente a Osterfest é a maior festa de Pomerode, e representa um grande impulso econômico para muitas empresas; gera empregos temporários, compra de insumos e produtos locais, e arrecadação de impostos. Além disso, é uma referência na comemoração de Páscoa no Brasil e inspira muitos eventos com este tema.

“A região toda ganha com a festa, e a repercussão e a curiosidade em conhecer o destino não se restringe somente no período da Páscoa, mas durante todo ano”, comenta Rejane.

Em 2021, uma Osterfest diferente

Neste ano, apesar da pandemia, a tradicional Osterfest de Pomerode não passará em branco: será realizada no formato contemplativo. Quem estiver de passagem pela cidade, entre os dias 10 de março e 4 de maio, poderá observar 11 grandes ovos de Páscoa, com 2,5 metros de altura, espalhados pelas ruas.

A chamada Eier Parade (ou “desfile de ovos”) será a atração da 13ª edição da festa, e terá traços de artistas locais e também internacionais, da Bélgica, Rússia, Japão, Itália e Áustria. Os ovos estão distribuídos em um raio de aproximadamente 5 quilômetros, complementados por conteúdo interativo de realidade aumentada, assim o visitante poderá se divertir sem medo, sempre em locais abertos e sem concentração de pessoas.

A diretora-executiva da Avip explica, ainda, que a Eier Parade seria a grande novidade da festa em 2021, por isso foi levada às ruas como alternativa para alimentar o espírito Pascal, ao embelezar a cidade e encher os olhos dos turistas.

“O perfil dos viajantes mudou, pois o fator segurança passou a ser essencial, com destinos mais próximos e deslocamento de carro. Pensando nisso, nos preparamos para receber esses turistas”, diz.

Para os próximos anos, a organização tem grandes expectativas de promover o evento novamente no formato que foi criado, mas com melhorias. “Estamos passando por um período de muitos cuidados e pensamentos que nos levam a reprogramar e readequar. A pandemia acabará, mas deixará lições e hábitos novos. Estamos sempre atentos e buscando colocar Pomerode como um destino de preferência para visitar ou experimentar”, finaliza Rejane.

Onde encontrar os ovos em Pomerode

  • Ovo da Artista Aldo Mães dos Anjos (Associação Ilha Belga/Bélgica) – Barachetta, rua presidente Costa e Silva 415, Bairro Testo Rega.
  • Ovo do Artista Guido Heuer – Loja Olho Embutidos, rua Paulo Zimmermann 90, Centro.
  • Ovo da artista Margareth Soethe – Currywurst, restaurante Rua Testo Alto 2065, Rota Enxaimel.
  • Ovo da artista Mara Maas Hopf - Nugali, rua Testo Alto 4848, Rota Enxaimel.
  • Ovo da artista Alba Horvath de Lima – Ristorante Funiculi Funicula, rua Hermann Weege 243, Centro.
  • Ovo da artista Jerusa Raduenz – Kyly, rua 15 de novembro 3215.
  • Ovo da Debora Daros (Consulado Itália) – Ein Prosit, rua 15 de novembro 327, Centro.
  • Ovo da artista Silvana Pujol – Museu do Automóvel, rua Hermann Weege 160, Centro.
  • Ovo da artista Vitoria Azuma (Japão) – Armazém Schornstein, rua Hermann Weege 544, Centro.
  • Ovo do artista Thuany Kollbach (Rússia) – Fakini, rua 15 de novembro 1800
  • Ovo do artista Jean Ricardo Tomedi (Consulado Áustria) – Restaurante Wunderwald, rua XV de
  • Novembro, 8444.

Curiosidade!
A Osterbaum, árvore de Páscoa, nasceu da tradição das famílias alemãs de enfeitarem as árvores com cascas de ovos. A árvore seca representa a morte de Cristo e os ovos coloridos, a ressurreição.