Linha do tempo da WEG: empreendedorismo e inovação marcam os 62 anos de história

Foto: Divulgação/WEG

Por: Maria Luiza Venturelli

21/08/2020 - 18:08 - Atualizada em: 28/08/2023 - 14:56

O ano de 1961 marcou definitivamente a história de Jaraguá do Sul no mundo. Na época, a cidade havia acabado de comemorar 85 anos, com uma população de pouco mais de 12 mil habitantes, e o cenário era de crescimento e desenvolvimento, mas ainda havia que evoluir.

A cidade ainda precisava, por exemplo, de uma empresa de fabricação de motores elétricos de qualidade. Foi então que três amigos catarinenses, radicados em Jaraguá do Sul, Werner Ricardo Woigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus, resolveram inovar e fundaram a empresa que é hoje uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo.

Veja a linha do tempo completa da WEG desde então:

Foto: Divulgação/WEG

1961

Em abril de 1961 nasce a ideia de criar uma empresa para fabricar motores elétricos. No dia 16 de setembro, Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus fundam a WEG. O Capital Social inicial era de 3600 cruzeiros.

1964

WEG compra o terreno e inicia a construção do Parque Fabril I. No mesmo ano, inicia-se a fabricação no local.

1966

Neste ano, acontece a 1ª Convenção Nacional de Vendas e Fundação da Associação Recreativa da WEG, a Arweg. Em 1966 também foi criada a primeira Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

1968

Criação do CentroWEG. Na época, a região não oferecia treinamento técnico e os fundadores criaram o espaço para capacitar os colaboradores. Até hoje, a escola insere adolescentes no mundo da tecnologia, revelando e incentivando grandes talentos.

1970

Criada a política de qualidade WEG e produção do 1º motor conforme Normas ABNT e IEC. A preocupação com a qualidade está no DNA da WEG. Desde a fundação, a empresa preocupa-se em atender todas as normas exigidas.

1970

Início das exportações para a Guatemala, Uruguai, Paraguai, Equador e Bolívia.

1971

As ações da WEG entram na Bolsa de Valores.

1972

Surge o primeiro parque de reflorestamento.

1973

Compra do terreno Parque Fabril II e início da construção da fábrica. Neste ano, a exportação de motores chega a 20 países.

1975

Sai o motor 1 milhão.

1976

Abertura de um escritório na Alemanha com uma parceria local.

1977

Inauguração do parque Fabril II.

1980

Implantação do Centro Tecnológico no Parque Fabril I.

1981

Criação da WEG Acionamentos, WEG Transformadores e WEG Energia.

1982

Criação do Círculo de controle de qualidade (CCQ), lançamento da primeira linha de contatores e relés de proteção. Lançados os primeiros motores de grande potência, entre 100 e 200 KW.

1983

Surge a WEG Química.

1986

WEG recebe o primeiro prêmio: “Revista Exame – Melhores e Maiores”.

1988

Criação da WEG Automação.

1989

Sr. Eggon João da Silva sai da presidência e passa o cargo para Décio da Silva. Os fundadores formam o Conselho de Administração. Produzido o primeiro Trafo de 10 mil kVA, 138 kV, com 35 toneladas e 5,6m de altura. O maior produzido até então em Santa Catarina.

1991

Inauguração da Filial nos Estados Unidos.

1992

Inaugura uma das fundições mais modernas da América Latina em Guaramirim..Além disso, a WEG recebe pela primeira vez a certificação ISO 9001.

1993

Distribuída a primeira participação nos lucros.

1994

Criação dos Centros de Negócios Industriais.

1995

Aberta a filial na Alemanha. Realização da primeira Ação Comunitária WEG.

1996

Aberta a filial na Inglaterra.

1997

WEG recebe Prêmio Nacional de Qualidade.

1998

Abertas filiais na França, Espanha e Suécia.

1999

WEG alcança 79% de market share no Brasil em motores elétricos e exporta 29% de sua produção para cerca de 55 países.

2000

Aquisição das primeiras fábricas no exterior (Argentina e México).

2001

Faturamento do primeiro bilhão de reais em um só ano. WEG recebe a certificação ISO 14001.

2002

Aquisição de fábrica em Portugal e fornecimento do maior transformador WEG até então (200MVA, 550kV).

2003

Inauguração do Museu WEG. Fabricação do maior gerador do mundo até então (50.000kVA, 13,8kV, 4 polos).

2005

Inauguração da primeira fábrica na China, abertura de filial em Cingapura e compra da fábrica de Manaus.

2006

Produção do motor número cem milhões.

2007

Aquisição da Trafo, fabricante de transformadores de força de grande porte e de subestações móveis e fixas com unidades em Gravataí (RS) e Hortolândia (SP).

WEG também adquire a fabricante de turbinas hidráulicas Hidráulica Industrial S/A – HISA. A aquisição reforça a atuação da WEG no segmento de geração, transmissão e distribuição de energia.

Além disso, a empresa entra no índice Novo Mercado da Bovespa, uma seção destinada à negociação de ações de empresas que adotam, voluntariamente, práticas de governança corporativa adicionais às que são exigidas pela legislação brasileira.

2008

Décio da Silva assume a presidência do Conselho de Administração da WEG e Harry Schmelzer Jr. assume a presidência executiva da WEG. Também acontece a abertura da filial da Rússia.

2009

Construção da fábrica de Transformadores no México (Huehuetoca).

2010

Início das operações fabris da WEG Índia. Aquisição da Instrutech, de São Paulo, empresa brasileira fabricante de produtos e sistemas de automação industrial e comercial e de segurança. Também aconteceu a aquisição do controle acionário da Voltran e aquisição da Zest Electric, distribuidor WEG na África do Sul.

Além disso, houve a aquisição da fábrica de tintas Pulverlux, da Argentina e aquisição do distribuidor FOURNAIS A/S na Dinamarca.

2011

Aquisição da Watt Drive Antriebstechnik GmbH, companhia austríaca especializada no desenvolvimento e fabricação de redutores, motorredutores, inversores de frequência e sistemas de acionamento. Compra da empresa Electric Machinery, nos Estados Unidos, empresa especializada em motores, geradores e excitatrizes.

Estabelecimento de Joint-Venture com a CESTARI Industrial e Comercial, empresa de Monte Alto/SP, para o desenvolvimento, a fabricação e comercialização de redutores e motorredutores.

Também aconteceu o início da fabricação de aerogeradores, o lançamento do Livro WEG 50 anos e a inauguração da WEG Índia (WII), em Hosur, além da criação da filial no Peru e a inauguração da WEG Linhares/ES.

2012

Aquisição da Injetel Indústria e Comércio de Componentes Plásticos Ltda., empresa especializada na fabricação e comercialização de interruptores, tomadas e plugues para aplicações comerciais e prediais. Aquisição da empresa de tintas industriais e de repintura automotiva Stardur Tintas Especiais Ltda. de Indaiatuba/SP.

Primeiro fornecimento em geração de energia eólica. Equipamentos com capacidade de 90 MW foram instalados em parque eólico localizado no Nordeste do Brasil.

Além disso, as vendas no mercado externo alcançaram 51% (ROL) do faturamento da WEG. Ocorreu também a aquisição da Indústria de Tintas e Vernizes Paumar S.A., empresa especializada na fabricação e comercialização de tintas, vernizes, esmaltes e lacas.

2013

Criação da filial WEG no Equador. Aquisição de fábrica de transformadores e subestações pertencentes à Hawker Siddeley Electric Africa, na África do Sul. Fabricante de mini-subestações e transformadores de distribuição.

2014

Aquisição da Antriebstechnik KATT Hessen GmbH, empresa que atua na fabricação de motores especiais de alta velocidade. Com sede em Homberg e filial em Dresden, na Alemanha.

Também aconteceu a aquisição da FTC Energy Group, empresa que atua na fabricação e montagem de painéis elétricos para automação de processos com sede em Bogotá, na Colômbia. Aquisição de fábrica de motores e motoredutores pertencentes à Württembergische Elektromotoren GmbH, na Alemanha.

Aquisição das fábricas de motores elétricos para linha branca Changzhou Sinya Electromotor Co. e do fabricante de componentes Changzhou Machine Master Co., na China. Aquisição de unidade de serviço da Efacec Energy Service em Jaboatão dos Guararapes, PE.

2015

Aquisição de negócio de fabricação de transformadores de alta tensão, minissubestações, disjuntores moldados e serviços correlatos, pertencentes à TSS Transformers (Pty) Ltd (“TSS”), fabricante com sede em Heidelberg (Gauteng), África do Sul. Adquire a Transformadores Suntec, com sede em Medellín, Colômbia. WEG eleita a Empresa do Ano pela Revista Exame.

Parques fabris em 11 países e filiais comerciais em 28 países. Já são mais de 31 mil colaboradores. Além disso, adquire a Autrial S.L., fabricante de painéis elétricos para equipamentos e instalações industriais, tem sede em Valencia, Espanha.

2016

A WEG adquire a Bluffton Motor Works, LCC., uma fábrica de motores elétricos nos Estados Unidos. Construção da nova fábrica em Rugao, China.

2017

Adquire o fabricante brasileiro de turbinas TGM. Adquire o negócio de transformadores dos EUA da CG Power.

2019

Entra no negócio de soluções para a indústria 4.0 com a criação de um departamento específico para negócios digitais e a aquisição de 51% do capital social da PPI-Multitask e V2COM.

2020

Adquire o controle de duas startups: BirminD, empresa de tecnologia ativa no mercado de Inteligência Artificial aplicada ao Industrial Analytics e MVISIA, especializada em soluções de inteligência artificial aplicadas à visão computacional da indústria.

WEG adquire fábrica de transformadores em Betim (MG).

2021

Adquire empresa de transformadores Balteau Produtos Elétricos.

2022

WEG adquire o negócio de Motion Control da Companhia Italiana Gefran e anuncia constituição de Joint Venture com o Grupo Cevital e adquire parcela remanescente da MVISIA.

2023

WEG adquire totalidade das ações da BirminD.

Foto: Divulgação/WEG