Em 1824 começaram a chegar os primeiros imigrantes vindo dos territórios germânicos. Muitos imigrantes alemães trouxeram consigo a fé evangélica, reformada ou luterana. A partir deste momento, inicia-se uma surpreendente história de reconstrução, uma nova identidade religiosa no Brasil.

Os imigrantes que aportaram no Brasil, traziam na bagagem dois tipos de religião evangélica: a luterana e a calvinista. Em virtude deste fato, muitas concessões e discussões no âmbito das comunidades imigrantes foram feitas, em resultado a religião luterana ganhou força em quase todas elas.

Igrejas, casas pastorais e escolas foram sendo criadas nas comunidades germânicas, tendo como base a religião evangélica luterana. A livre estrutura das novas comunidades e a pouca interferência institucional na época, favoreceram o crescimento e disseminação da religião luterana pela região.

Iniciativa popular

Em 1960 precisamente pastores oficiais desembarcaram da Alemanha para assumir suas funções no Brasil. Aos poucos o isolamento das comunidades evangélicas de origem alemã foi dando lugar a organismos de agregação. Denominados Sínodos, as comunidades uniram suas religiosidades sem ordem de denominação luterana ou calvinista e passaram a se propagar por todo o estado de Santa Catarina. A Associação de Comunidades Evangélicas de Santa Catarina, foi fundada em 1911.

Comunidade luterana em Jaraguá do Sul

Os primeiros luteranos chegaram no Norte de Santa Catarina em 1886. Vindos da Boêmia, eles se estabeleceram no Oeste de Joinville, na comunidade de Brüdertal, no limite com as cidades de Guaramirim e Schroeder.

Avançando no tempo, um acontecimento marca o início da história da igreja. A fundação da Comunidade Evangélica Luterana de Jaraguá do Sul, em 1º de abril de 1907, é o ponto de partida para as principais ações dos luteranos na cidade. Naquela época, a comunidade havia recebido um terreno doado por Domingos da Nova.

Fundação da Comunidade Evangélica Luterana de Jaraguá do Sul, ao fundo a então Escola Jaraguá, em 1907. Foto: Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul

A escola e a casa paroquial foram as duas primeiras estruturas construídas no terreno. A então Escola Jaraguá ficou pronta em 28 de julho de 1907. A construção em estilo enxaimel também recebeu os primeiros cultos religiosos nos domingos e feriados. No início da década de 20, visto o aumento no número de jovens luteranos, foi construída uma segunda escola.

A Igreja Apóstolo Pedro ficou pronta em maio de 1935.

A torre da igreja e o zepelin no céu da cidade, ano de 1936. Foto: Ehrenfried Waidner

Curiosidades

  • Os primeiros luteranos a vir para a região Norte de Santa Catarina desembarcaram no Porto de São Francisco do Sul;
  • O grupo era formado por aproximadamente 140 pessoas;
  • Os luteranos jaraguaeneses se concentraram inicialmente na região que hoje compreende o bairro Ilha da Figueira;
  • Há atualmente 40 comunidades luteranas em Jaraguá do Sul;
  • Cerca de 30 mil pessoas frequentam essas comunidades.

O grande números de imigrantes bem como sua identificação no modo de viver, fez com que a religião evangélica se propagasse facilmente, era o que unia todos aqueles que haviam saído de suas terras natais para tentar a vida em outro continente. Como símbolo de unidade e identificação, a religião era o elo forte entre todos eles.