Deivid Savi, de 35 anos, é portador de déficit cognitivo por trauma obstétrico, diabético e hipertenso, ele vive sob os cuidados dos pais e utiliza medicação controlada.

 

A família de Deivid mora no bairro São Marcos, em Criciúma, e precisa de ajuda para realizar uma cirurgia de vitrectomia posterior para preservar a visão que ainda lhe resta. O problema é que todo esse procedimento particular custa cerca de R$ 30 mil e a família não tem condições de pagar. Para tentar arcar com esses custos, os familiares estão fazendo uma vaquinha online e, no momento, precisam muito de qualquer tipo de ajuda.

 

Acesse o link da vaquinha e ajude Deivid.

Acompanhe Deivid nas redes sociais.

 

Clique aqui e receba notícias em seu WhatsApp