Almoçar ou jantar fora de casa pode ser um programa de lazer ou até mesmo uma necessidade diária, pela rotina agitada, e por isso, exige uma atenção especial para não pesar no bolso no fim do mês.
Segundo pesquisa divulgada pelo Datafolha para a Associação Brasileira das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT), Florianópolis é a cidade com preço mais caro para refeições fora de casa.
-
https://poracaso.com/ovos-gigantes-decoram-nova-veneza-para-pascoa-veja-fotos/
-
Este é o segundo ano consecutivo que a capital catarinense aparece no primeiro lugar do ranking. Participaram da pesquisa 51 municípios.
De acordo com os dados, quem vive em Florianópolis desembolsou no ano passado uma média de R$ 40,85 para uma refeição completa, que inclui prato, bebida não alcoólica, sobremesa e café na hora do almoço.
Valor médio da refeição na capital foi de R$ 40,85 em 2017
Por outro lado, Campo Grande (MT) teve o menor valor, com média de apenas R$ 26,23. O resultado leva em conta as médias de quatro modalidades de refeições: comercial, autosserviço, executivo e a la carte.
Outras duas cidades catarinense são incluídas no levantamento: Blumenau, com preço médio de R$ 37,81, e Joinville, com R$ 33,29.
O preço médio registrado no Brasil foi de R$ 34,14. Em comparação com o ano passado, houve uma alta de 3,64% nos preços médios.
-
LEIA MAIS: