O verão está chegando e com ele começam os dias de altas temperaturas e muito abafamento. Se isso traz alguns incômodos pra gente, imagina para os nossos amigos de quatro patas. Os bichinhos também sofrem com o calor, principalmente aqueles que possuem pelagem longa ou que descendem de raças comuns em países frios.

Conheça as dicas que o médico veterinário Marcos Marques Martinelli compartilhou com a gente para você cuidar bem do seu pet no verão :

1 - Hidratação

 Segundo o veterinário, os animais de estimação precisam de hidratação constante. "Assim como nas outras épocas do ano, o ideal é servir a água sempre fresca", explica.

pets_verao
Gelo, tanto para hidratar como também entreter

"Oferecer água com alguns cubos de gelo também é bom porque refresca e estimula a vontade deles de beber", sugere. Não esqueça de trocar a água com frequência, pois ela aquece com mais facilidade no verão.

2 - Passeios

Marcos aconselha que os passeios sejam realizados no começo da manhã e no fim da tarde. "Antes das 9h30 e depois das 18h é o ideal", afirma. Esses horários são os mais indicados, pois são períodos mais frescos e que não vão prejudicar o animal.

Os passeios devem acontecer no começo da manhã ou no fim da tarde
Os passeios devem acontecer no começo da manhã ou no fim da tarde

3 - Proteção solar

Assim como os seres humanos, os bichinhos de estimação também precisam se proteger dos efeitos nocivos do sol. Por isso, é importante procurar um bom protetor solar para o seu pet. "Hoje existem produtos de proteção especiais para os animais", conta Marcos. Você encontra esse tipo de protetor solar para comprar pronto ou manipulado.

O veterinário alerta para o fator de risco de algumas raças de cães e gatos. "Animais com a pelagem mais clara e com as mucosas rosadas precisam de uma proteção ainda maior", explica. "O carcinoma espinocelular é uma doença muito comum  que pode levar o animal a perder parte das orelhas ou do focinho", comenta.

O protetor solar deve ser aplicado na pelagem do animal, principalmente nas pontas das orelhas e no focinho. O produto deve ser reaplicado ao longo do dia para aumentar a efetividade da proteção.

4 - Tosa

Tosar os bichinhos que possuem pelagem longa nessa época do ano é mais do que uma questão estética, é uma questão de saúde. Yorkshire, Maltês e Lhasa Apso são algumas das raças de cachorro que precisam de tosas mais frequentes durante o verão. A tosa ajuda o animal a se refrescar com mais facilidade e evita o superaquecimento.

Gatos também podem ser tosados para terem maior conforto. Foto: Eduardo Picoli / Instagram
Gatos também podem ser tosados para terem maior conforto. Foto: Eduardo Picoli / Instagram

5 - Alimentação

No verão, os animais não precisam guardar tanta energia como acontece no inverno, por isso é comum que eles comam menos. "É natural que eles façam a ingestão de menos comida, mas você deve servir a ração normalmente", afirma Marcos. Petiscos também são bem-vindos, mas devem ser oferecidos somente de vez em quando para evitar a obesidade.

No verão, os bichinhos comem menos porque não gastam tanta energia
No verão, os bichinhos comem menos porque não gastam tanta energia

6 - Descanso

Fique atento ao local de descanso do seu pet. Se ele dorme em uma caminha, não esqueça de retirar os cobertores. Dê preferência para lugares bem arejados onde há circulação de vento. Dessa maneira, o animal poderá recuperar as energias sem incômodos.

7 - Atenção

O verão exige atenção redobrada nos cuidados com o seu cachorro, gato ou outro animal de estimação. "Se você perceber sinais preocupantes como dificuldade para respirar ou encontrar uma ferida que não cicatriza, procure ajuda de um profissional", alerta o veterinário Marcos Marques.
Com estas dicas será possível aproveitar o verão ao lado do seu pet sem que ele seja afetado pelo calor e pelos raios solares. Agora é só colocá-las em prática e curtir a estação mais quente do ano! 🐱 ❤️ 🐶