Não é só de manutenção do motor e da parte elétrica que "vive" um carro. É preciso também fazer a checagem periódica dos pneus e tomar alguns cuidados básicos para que eles permaneçam em bom estado por mais tempo. Algumas medidas práticas são capazes de evitar o desgaste e manter o desempenho e a qualidade do pneu mesmo com maior tempo de us, além de evitar imprevistos.
Dá uma conferida nessas dicas básicas:
Pressão
É importante que ela esteja sempre dentro dos níveis recomendados nas especificações técnicas do veículo, podendo variar conforme o peso transportado. Essa informação está no manual do proprietário e normalmente num adesivo na porta do motorista ou no tanque de combustível. Se estiverem com a pressão abaixo da indicada, os pneus exigem maior força de rodagem, sobrecarregando o motor do carro e consumindo mais combustível.

Desgaste

Também deve ser observado de perto. Quando a superfície do pneu está na mesma altura do TWI (um pequeno calombo no sulco que indica o momento da troca do pneu), a dirigibilidade é prejudicada, podendo haver derrapagens e aquaplanagem em caso de chuvas. Além disso, o uso de pneus nessas condições (o popular pneu "careca") é proibido por lei.

Reparos

É preciso estar atento à forma como são reparados pequenos danos que não exigem a troca do pneu. Uma técnica muito empregada em borracharias utiliza um filete de borracha, inserido por uma agulha de perfuração, eliminando a necessidade de desmontar a roda (é conhecido como "macarrão"). Sua eficiência, porém, é apenas provisória: um conserto mais completo deve ser feito posteriormente.

Fonte: Portal Terra

Foto: Divulgação