A respiração é a única forma que os animais têm para controlar a temperatura corporal. Para evitar problemas é preciso manter o animal sempre hidratado, mantê-lo em locais frescos e não submetê-lo a altas temperaturas.

É comum nesta época do ano a infestação de pulgas e carrapatos, que podem transmitir verminoses. Recomenda-se que os banhos sejam menos frequentes, para que não haja diminuição no período de ação dos produtos usados no controle dos ectoparasitas.

"Ao serem submetidos ao calor excessivo, eles podem entrar no processo de hipertermia. A respiração ofegante é o primeiro sintoma e o quadro pode vir seguido de vômito, coagulação intravascular disseminada, edemas pulmonares e paradas cardíacas", salienta o médico veterinário João Gustavo de Souza, da clínica Lovely Dog, de Florianópolis.

Durante o banho, é preciso estar sempre atento para a presença de parasitas, lesões por picadas ou áreas avermelhadas. Caso sejam encontrados, é necessário procurar o veterinário para aplicação de remédios antiparasitários.

Quanto às picadas de mosquitos e pernilongos, comuns nas regiões sem pelo, deve-se ficar atento para que o animal não faça feridas no local ao coçá-lo.

Ao passear com os animais, deve-se evitar o período de maior calor, pois o contato da pata no chão quente pode provocar queimaduras.

O sol também pode provocar problemas na pele, principalmente nos animais com pele mais rosada, provocando até mesmo câncer de pele.

10 dicas para preservar a saúde seu pet no verão:

1 - Aumentar a quantidade disponível de água fresca e se estiver muito quente, ajude a refrescá-lo oferecendo água gelada

2 - Passeios nas horas mais amenas do dia como de manhã cedinho e início da noite

3 - Não deixe seu animal preso no carro de janelas fechadas sem ar condicionado

4 - Se seu animal estiver muito ofegante, coloque-o na sombra e se for necessário refresque-o com um banho de água fria

5 - Levar água sempre nos passeios

6 - Fazer o uso mensal de anti-pulgas (elas procriam mais no verão). Procure produtos seguros

7 - Vacinas devem estar em dia, principalmente leptospirose em locais de enchentes

8 - Use protetor solar nas orelhas de animais brancos

9 - Ofereça as refeições também nas horas mais frescas do dia

10 - Animais com pelo muito longo e que sofrem com o calor. Manter a tosa mensal.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?