Em julho de 2016, um jaraguaense virou meme (e notícia) nacional por conta de um flagra em uma das baladas aqui na cidade. A história, caso você não lembre, é a seguinte:

O Jair foi para uma festa meio na escondida e acabou sendo fotografado. As fotos foram parar na página da balada e a aparição do Jair não passou despercebida para a Camila, que é mãe de um dos filhos dele. Ela comentou que achava "interessante" ele estar na festa já que tinha dito que estaria em outro lugar.

O comentário foi o que a internet precisava para coroar a "escapada" de Jair como um dos maiores memes do ano. Em poucas horas, o nome dele alcançou o topo dos assuntos mais comentados do Twitter e grandes sites do país acompanharam o caso de perto.

mem

Na época, ele deu uma entrevista em primeira mão para a gente comentando o assunto. Agora, um ano depois do acontecido, bateu uma curiosidade para saber como o Jair andava depois de toda a repercussão.

Veja abaixo o bate bola que fizemos com ele:

jair_entrevista02
O que significou na sua vida virar um meme nacional?

Foi algo que veio e foi. Eu levei como algo positivo, como uma brincadeira. No começo não sabia o que estava acontecendo e até me assustei. Depois, vi que não tinha porque me incomodar e entrei na onda.

O que essa história toda te trouxe de bom?

Olha, na época eu fui convidado para ir em vários lugares. Cheguei a ganhar até uma festa temática com o meu nome. Ganhava entrada e consumação nas festas. Era muito legal me chamarem só pela minha presença.

13626512_1067689033308013_7115144350308851165_n

O pessoal ainda te reconhece por aí?

Sim. De vez em quando alguém me para na rua e fala "ó o Jair!". Eu só dou risada. Os memes e as brincadeiras pararam, mas tem gente que me reconhece sim. A zoeira mesmo rola só por parte da minha família.

Que  conselho você daria para alguém que passou por uma exposição assim?

No meu caso, em primeiro lugar, eu diria "não seja fotografado". Depois, posso dizer que tudo deve ser levado na brincadeira e que a pessoa não deve esquecer que tudo passa. A minha história ficou em alta uns dois meses, depois passou e minha rotina voltou ao normal.

------

Quer matar a saudade dos memes que fizeram do Jair? Então é só clicar aqui.

Imagem destaque: Butecologia