A 14ª edição do Femusc se encerra neste sábado (2), após completar mais um ciclo de imersão no universo da música erudita. O último dia de festival ainda conta com diferentes atrações para o público.

A programação se inicia às 10h, no Grande Teatro, quando será apresentado o tradicional Zoológico Musical, do professor Norberto Garcia. Depois de conhecer os instrumentos livremente, o público ainda pode conferir o lúdico Concerto para Famílias, às 10h30.

A cidade também segue embalada pelo talentos dos músicos do Femusc. O público que estiver no Jaraguá do Sul Park Shopping terá a oportunidade de almoçar, ou apenas passear, apreciando as composições "El Pifano", "Suite No. 6" e "Dueto para dois fagotes", de Eugene Bozza. As canções começam a ser tocadas ao meio-dia.

Quem não conseguiu assistir a apresentação das óperas e do Concerto de Gala nas noites de quinta e sexta-feira, poderá prestigiar as obras na tarde de hoje (2).

O espetáculo começa com a reapresentação de Os Sete Pecados Capitais e Suor Angelica, a partir das 13 horas. Na sequência, o Grande Teatro da Scar será palco para composições dos famosos Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven.

Os últimos concertos do festival neste ano serão embalados pela "Sinfonia n. 4", de Beethoven; "Prism Rhapsody", de Abe Keiko; e "Don Juan", de Richard Strauss.

A orquestra que tocará Prism Rhapsody será regida pelo maestro venezuelano Gregory Carreño, assim como a que dará vida a obra de Strauss. O professor Leon Spierer apresentará a Sinfonia n.4 com um violino.

As atrações de sábado são gratuitas e os ingressos podem ser retirados na secretaria da Scar com antecedência. Cada pessoa pode pegar duas entradas.

Gregory Carreño

"Me sinto muito feliz, tranquilo, me sinto em casa", esse é o sentimento do renomado maestro venezuelano Gregory Carreño, ao participar pela primeira vez do evento. Nesta 14ª edição, ele atuou como professor de regência e maestro da Orquestra Sinfônica do Femusc.

Carreño ficou conhecido internacionalmente pelo trabalho desenvolvido no El Sistema, um projeto de ensino de música e de teoria filosófica considerado um dos mais abrangentes do mundo.

O modelo é desenvolvido desde 1975 e abrange mais de 900 mil alunos e dez mil professores em uma rede de escolas de música distribuídas pela Venezuela.

Um dos motivos para o encanto do maestro é o movimento de estudantes por todo o Centro Cultural, além da companhia de professores "de primeira categoria", como ele classifica.

"Há jovens e adultos. O Femusc é extraordinário, incorpora a coletividade, a sociedade em geral, quem está do lado de fora. É um festival-escola de nível muito alto", declara Carreño.

A satisfação com o evento é tanta, que o venezuelano deve voltar em 2020 para os 15 anos do Femusc.

Carreño comenta sobre um fato curioso: o modo com que foi convidado para participar do festival. Sem ter perfis em redes sociais, Klein enviou uma correspondência pelo correio para o maestro.

"Não sei como ele me encontrou. Na mensagem, perguntou se seria possível eu participar em janeiro do festival e disse que sempre quis trazer alguém do El Sistema para o Femusc", conta.

A partir daí, o maestro iniciou uma busca por mais informações do festival e do próprio Alex Klein. Carreño concluiu que o Femusc era um evento de muito renome, assim como o diretor artístico. "E aqui estou, desfrutando e ensinando, o que é minha paixão", observa.

O professor explica que a sua maneira de ensinar é pelo contato direto, fazendo os alunos crerem que são capazes e despertando novas habilidades.

"Eu confronto, falo o que precisa ser dito, e com a outra mão trago o amor. São conselhos de minha experiência como diretor de orquestra. Tenho essa empatia com os jovens, afinal, eu também sou jovem. Meu pensamento é de menino porque sigo aprendendo", declara Carreño.

Confira a programação

Sábado (2)

  • 10h - Zoológico Musical, no Grande Teatro
  • 10h30 - Concertos para Famílias, no Grande Teatro
  • 12h - Femusc no Shopping, no Jaraguá do Sul Park Shopping
  • 13h - Grandes Concertos, no Grande Teatro
  • 16h- Grandes Concertos, no Grande Teatro
  • 18h - Piano Masters, na Sala Piano Masters
  • 19h - Momento Springmann, no Pequeno Teatro
  • 19h - Recitais de Canto Lírico, na Sala Canto Lírico/Pianos Bar da Scar
  • 19h - Recitais de Câmara, na Sala de Exposições da Scar
  • 20h - Musicalmente Falando, no Grande Teatro da Scar
  • 20h30 - Grandes Concertos, no Grande Teatro da Scar

Os ingressos são gratuitos e limitados a dois por pessoa. Eles são distribuídos com dois dias antecedência do concerto na secretaria do Centro Cultural da Scar.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?