Foto Reprodução/Instagram
Foto Reprodução/Instagram

Além de empreendedora e profissional bem-sucedida, a top gaúcha Gisele Bündchen mostrou que também tem talento para cortar cabelo.

No último fim de semana, Gisele compartilhou dois vídeos em seu Instagram em que aparece aparando as madeixas de sua filha, Vivian, de 7 anos, em casa.

O isolamento social, por causa da pandemia do coronavírus, tem feito com que as pessoas evitem sair de casa, apenas para situações essenciais.

Por isso, muita gente tem encontrado maneiras alternativas para alguns serviços, como cortar os cabelos.

Se, assim como Gisele, você também tem filhos e quer cortar o cabelo dos pequenos em casa, e respeitando o distanciamento social, aqui vão algumas dicas dos cabeleireiros Edison Dorneles Lara Junior, do salão Koa, e Gabriela Silveira, do salão Kapo, para conseguir distrair os pequenos por alguns instantes e acertar no corte.

“O importante é não traumatizar a criança. Se ela não quer, não é bom cortar. Tem que ser um momento lúdico, para fazer ela gostar de cortar o cabelo, e não traumatizar”, diz Edison.

Não é hora de inventar moda

Não faça invenções no corte. Deixe isso para um profissional, depois que passar o período de quarentena. Apare somente as pontas, deixando uma base reta.

No caso de franjas, corte-as somente no caso de estarem atrapalhando os olhos.

“O bom é fazer sempre cortes mais retos, na parte de trás, na franja e na orelha, para ser mais rápido, antes da criança enjoar e querer sair. No cabelo cacheado, enrole os fios no dedo e vai cortando, com muita calma e praticidade”, aconselha o cabeleireiro do salão Koa.

Corte com o cabelo seco

Os profissionais indicam fazer o corte com o cabelo da criança seco. Quem não tem experiência pode se atrapalhar com o cabelo molhado, cortando demais ou fazendo "buracos" nos fios.

Faça o corte durante o dia

Prefira cortar o cabelo durante o dia, em um local que seja iluminado. Deixe a criança em pé ou sentada em uma cadeira onde o encosto não atrapalhe você na hora de usar a tesoura.

De olho no material

Aliás, Gabriela aconselha o uso de uma tesoura de fio navalha para um melhor acabamento. Use também um pente com dentes finos para alinhar o cabelo.

Aposte nas distrações

Cortar cabelo de criança não é fácil. Se ela tem de dois a sete anos, mais ou menos, é bom que esteja descansada. Edison dá a dica: nunca corte antes do soninho!

Outra sugestão do profissional é que os pais cortem o cabelo um do outro, ou pelo menos finjam que estão cortando, pois a atitude ajuda a criança a se sentir à vontade para a atividade.

Também é interessante cobrir a criança com uma capa (que pode ser uma toalha), como se ela estivesse no salão mesmo.

Isso faz com que ela entenda melhor o que está acontecendo. Se houver a presença de mais de um adulto em casa, o ideal é que, enquanto um corta, o outro fique conversando e distraindo a criança.

Se ainda assim isso não mantê-la parada, sempre existe a dica infalível de colocar um desenho no celular para que ela assista durante o processo.

No fim, divirta-se e tire fotos do resultado. Elas adoram, garante Edison.

Fonte: Gaúcha ZH.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul