Superluas e chuvas de meteoros: saiba o que esperar do calendário astronômico de 2016

Superluas e chuvas de meteoros: saiba o que esperar do calendário astronômico de 2016 Superluas e chuvas de meteoros: saiba o que esperar do calendário astronômico de 2016

Entretenimento

Por: Gabriela Bubniak

terça-feira, 11:00 - 29/03/2016

Gabriela Bubniak
E quem é que não fica maravilhado quando presencia fenômenos incríveis no céu? Se uma superlua já é demais, meteoros e eclipses, então, enchem os olhos de quem vê. Mas e em 2016, teremos momentos inesquecíveis como os que tivemos no ano passado, com eclipse lunar em noite de superlua? Infelizmente não, mas chuvas de meteoros, alguns alinhamentos entre planetas, a passagem de Mercúrio sobre o Sol e a oposição de Marte renderão momentos especiais para quem gosta de apreciar o céu. As sempre esperadas superluas irão ocorrer apenas no fim do ano, mas também serão garantias de boas imagens. E já dá pra começar a torcer para que, nessas noites, o céu permaneça aberto, sem nuvens ou chuva. Veja a programação a partir de maio e anota aí pra não esquecer!

Maio

Dia 5, 6 e 7 - Chuva de meteoros Eta Aquarídeos Esse fenômeno ocorre porque a terra cruza o rastro de poeira e detritos deixados no espaço pelo Cometa Halley. Não é uma das maiores, mas em 2016 deve ser a melhor das chuvas de meteoros para se observar, já que a lua estará em fase nova, sem atrapalhar a iluminação do céu. Para poder ver as "estrelas cadentes" você deverá olhar para a porção Leste do céu, na direção da constelação de Aquarius, nas madrugadas entre os dias 5 e 7 de maio. — Mas lembre, não é exatamente um chuva de meteoros, com milhares de estrelas cadentes riscando os céus, apesar do nome. É uma noite em que há mais chances de ver estrelas cadentes. Já tá valendo, né? 1 Dia 9  - Trânsito de Mercúrio O mês de maio proporciona um dos eventos mais esperados para a astronomia em 2016: o trânsito de Mercúrio. É como um eclipse, porém com proporções muito pequenas. Quem olhar para o sol verá um pequeno ponto preto cruzando a esfera estelar entre 8h e 15h. Mas a observação exige cuidados e não é recomendado olhar diretamente para o Sol através de telescópios e binóculos. O ideal é projetar a imagem do Sol, através dos equipamentos em outra superfície, e observar. — Esse é um evento curioso que ocorre com média de 13 vezes no período de 100 anos. Dia 22 - Marte em oposição Nesta noite, o planeta vermelho estará em posição oposta ao Sol, com a Terra entre eles. Esse momento é o melhor para observar Marte que estará plenamente iluminado pelo sol, e quem observar a olho nu perceberá o planeta como o ponto vermelho mais brilhante do céu, próximo a lua. 2

Agosto

Dias 23 e 24 - Alinhamento entre Marte e Saturno e a estrela Antares Os dois planetas e a maior estrela da constelação de Escorpião estarão alinhados no céu e visíveis assim que escurecer. Por volta das 19h, os três astros estarão no centro do céu e ao longo da noite se "deslocarão" para o horizonte na direção Oeste. 3 Dia 27 - Conjunção de Vênus e Júpiter Quem olhar o pôr do sol neste dia, logo após o sol se esconder atrás do horizonte, verá a conjunção de Vênus e Júpiter. Os dois planetas estarão muito próximos para quem os observa da Terra, veremos praticamente duas "estrelas" juntas. 4

Setembro

1º de setembro - Eclipse Solar Anular O fenômeno só poderá ser visto apenas no continente africano e no Oceano Índico e o Sol aparecerá com a sombra da lua em seu centro e uma pequena faixa de iluminação ao redor, caracterizando um "anel". Isso ocorre porque o cone de sombra projetado pela lua não irá tocar o planeta Terra, não formando um eclipse total.

Outubro

Dia 16 - Superlua O evento que sempre atrai curiosos, apaixonados e fotógrafos ocorre pela primeira vez em 2016. No dia 16 de outubro, um domingo, a lua estará no ponto de perigeu (o mais próximo da Terra) em fase cheia. Nessas noites, a lua cheia aparenta estar 14% maior do que normalmente e chama a atenção principalmente ao nascer no horizonte. O perigeu ocorrerá às 21h37 (no horário de verão). — Às vezes é difícil perceber a diferença a olho nu, mas basta um equipamento fotográfico com boas lentes para registrar boas fotos da lua.

Novembro

Dia 14 - Superlua 5 A segunda superlua de 2016 deve ser a mais bonita do ano. Neste dia, a lua cheia chegará ao seu ponto mais próximo da Terra em 2016 (356.511 quilômetros), às 9h24. Como a lua estará em fase cheia a partir das 11h42, a expectativa é observar uma bela lua nascer, a Leste, no início da noite do dia 14. Um bom jeito de curtir uma segunda-feira e começar a semana, não é?

Dezembro

Dia 12  - Superlua E novamente, em uma segunda-feira, a terceira e última superlua de 2016. Às 21h28 a lua atingirá o perigeu, dessa vez a 358.462 quilômetros de distância. A fase cheia inicia apenas na noite seguinte, mas no dia 12, 95% dela estará iluminada pelo sol e garantirá o fenômeno. Mais uma oportunidade de acompanhar um belo nascer da lua, a Leste. Dia 13 e 14 - Pico da Chuva de Meteoros Geminidas A famosa chuva de meteoros de Geminidas, uma das mais intensas que temos todos os anos, em 2016 será justamente prejudicada pela lua cheia em perigeu e dessa forma fica mais difícil de observar os meteoros cruzando a atmosfera terrestre. Curtiu? Programe-se para os seus dias e noites ficarem ainda mais bonitos! Fonte: Diário Catarinense Fotos: Reprodução/Setellarium
×