O município de Schroeder concentra boa parte das belezas naturais do Vale do Itapocu e é um dos destinos mais procurados da região para o ecoturismo e turismo de aventura.

Cercado por morros, cachoeiras e rios, costuma atrair ciclistas, canoístas, alpinistas e outros desportistas que apreciam o contato com a natureza.

Para quem busca fugir da praia ou quer conhecer locais diferentes durante o verão em Santa Catarina, o município de Schroeder costuma oferecer diversas opções.

Entre os locais mais procurados, estão a Estrada Rio do Júlio, Corredeiras do Rio Bracinho e Morro Pelado. A cidade é conhecida pelas nascentes de águas naturais, com dezenas de ribeirões.

 

Confira sete lugares para se conectar com a natureza em Schroeder:

1 - Estação Ecológica do Bracinho

Área pertence a uma das regiões mais preservadas do norte de Santa Catarina | Foto: Divulgação

Com área de 46,1 km², localiza-se na região oeste do município de Joinville, abrangendo também parte do município de Schroeder. A Estação ecológica envolve a represa do Rio do Júlio e as represas do 1º Salto e 8º Salto, do Rio Bracinho.

O acesso pode ser feito pela antiga Usina Hidrelétrica do Salto do Piraí ou pela estrada Rio do Júlio, em Joinville, ou pela Usina Hidrelétrica do Bracinho, em Schroeder.

A função da Estação Ecológica do Bracinho é proteger a flora e a fauna do local, uma das regiões mais preservadas do norte de Santa Catarina.

Outro objetivo é a manutenção do regime hidrológico dos rios do local, visando um abastecimento regular das represas que acumulam a água utilizada nas usinas hidrelétricas da região.

O acesso é realizado mediante uma autorização do órgão responsável – Celesc.

2 - Recanto Renascer

Trilha ecológica apresenta rota com cinco cachoeiras | Foto: Divulgação

Possui uma área de 250 mil metros quadrados de mata preservada, com grande diversidade de fauna e flora.

Sua principal atração é a trilha ecológica com uma rota de cinco cachoeiras: Brisa da Montanha, Espuma d'água, Macaco, Funil e Paredão d'água. Fica no bairro Bracinho, próximo da Estação Ecológica.

3 - Morro Pelado

Do topo do morro, uma vista incrível e que atrai muitos turistas | Foto: Divulgação

O morro recebe este nome devido a uma queimada que devastou boa parte de sua vegetação há alguns anos.

A montanha detém uma altura de 390 metros em relação ao nível do mar, com acesso por uma trilha íngreme, num percurso estimado de 2.132 metros de ida e volta.

Do topo da montanha, a vista é incrível. Hoje, o local também é frequentado por adeptos do hikking/trekking.

4 - Corredeiras do Rio Bracinho

Local é usado para campeonatos e treinamentos | Foto: Divulgação

O Rio Bracinho, localizado a aproximadamente quatro quilômetros do Centro, é de correntezas fortes e atrai pessoas que gostam de esportes radicais na água, como canoagem e boia cross.

A descida no rio é feita em botes infláveis e acompanhados de um instrutor – sempre com o uso dos equipamentos de segurança. Além de campeonatos de canoagem, o local é usado para preparação e treinos periódicos de atletas do município e região do caminho dos príncipes.

Curiosidade: De acordo com informações da Secretaria de Turismo, as eliminatórias para as olimpíadas de Atenas foram realizadas nas Corredeiras do Rio Bracinho!

5 – Prainha

Local muito frequentado no verão situa-se no Centro de Schroeder junto à ponte Gneipel. O acesso é feito por uma via secundária, rua Helena Koplin.

Anexo à prainha há uma lanchonete, opção para quem procura lanches e petiscos variados, point de encontro de jovens e famílias. A tranquilidade e o verde que cercam o local, juntamente com o barulho da água trazem uma sensação de relaxamento e bem-estar.

6 - Figueira Centenária

Árvore chama a atenção devido ao seu grande porte | Foto Divulgação

Localizada no bairro Rancho Bom em terreno particular, apenas a alguns quilômetros do centro da cidade. O acesso é feito pela Estrada Rancho Bom ou Estrada Braço do Sul, com belas paisagens rurais.

A árvore possui 25 metros de altura e 20,4 metros de largura, chamando a atenção por seu grande porte.

7 - Estrada Rio do Julio

Floresta densa às margens da estrada de 28 quilômetros | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Uma rota antiga que liga o interior de Schroeder, através do bairro Itoupava-Açu a Serra Dona Francisca, em Joinville.

A Estrada Rio do Júlio se estende por 28 quilômetros, dividida aproximadamente ao meio pelos municípios de Schroeder e Joinville. Folhagens e árvores de inúmeras espécies formam uma floresta densa nas margens.

O verde é predominante, o colorido aparece levemente na plumagem de alguns passarinhos, pequenas flores e frutas silvestres, como a amora-vermelha que surge tímida entre as folhas.

Os córregos e cachoeiras se destacam. Já no começo da subida, a água corta um pequeno trecho da estrada e rompe o silêncio com o som da correnteza.

O local tem grande procura por pessoas que praticam esportes ligados à natureza: cicloturismo, trekking, camping, observação de pássaros e passeios em famílias. Toda a água que abastece a cidade de Schroeder é oriunda do Vale Rio do Júlio.

Outras riquezas

No entanto, não são somente essas as atrações de Schroeder. Arquitetura e patrimônio histórico também chamam a atenção de quem visita a cidade.

Igrejas, como a de São Vendelino, e imóveis tradicionais, como a casa de Paulo Jahn - construída em meados de 1949 e que hoje abriga a Secretaria Municipal de Educação -, costumam atrair os olhares de quem passa.

Origens

A denominação do município deve-se ao senador Christian Mathias Schroeder, natural da cidade de Hamburgo, Alemanha.

A maioria dos habitantes da cidade possui descendência germânica. Schroeder também é conhecida informalmente pelo nome de Schroeder Straße, principalmente entre a população mais idosa que ainda fala o alemão.

A presença de outras etnias, especialmente a italiana, também fazem parte da construção histórica do município, fundado em 3 de outubro de 1964.

No dia em que a cidade comemora 54 anos de fundação, listamos alguns locais que representam a exuberante paisagem que a cerca.

-

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!