Entramos na segunda semana de dezembro e é natural que o número de eventos culturais em Joinville decresça. Mas ainda temos fôlego para mais um pouco, e a cena do rock pesado local que o diga: a edição de 2018 do Metal Joinville Festival - que tem o Mad Head Machine (foto no alto) como uma das atrações - está devastadora, com 12 bandas sacudindo as estruturas do Garage no fim de semana. A Aaplaj ainda encerra os trabalhos com mais uma exposição, além do ShortCutz, que chama o público para votar nos melhores curtas da temporada. Sem contar os muitos eventos pré-natalinos.

1 - Baterias in Concert
A segunda edição do projeto conta com estilos que vão do rock ao samba, passando por gospel e jazz, assim com ritmos regionais e clássicos da música mundial. Tudo por conta dos alunos do professor de bateria Cadu Floriani, que serão acompanhados por uma banda (voz, guitarra, baixo e teclado) de músicos profissionais. A abertura da noite fica a cargo do Dedo de Prosa Trio, grupo que muito já contribuiu para o jazz e a música instrumental em Joinville.
Quando: segunda (10), às 20h, no galpão da Ajote (Cidadela Cultural).

2 - Coral
Para quem perdeu as apresentações do espetáculo “A Incrível Viagem de Noel pelo Brasil” na Sociedade Harmonia-Lyra, o coral infanto-juvenil da Escola Arte Maior mostrará um resumo dele em duas sessões no Shopping Mueller. Após a variedade de ritmos que compõe o espetáculo, o Coral Arte Maior apresenta uma seleção de clássicos natalinos.
Quando: terça (11) e quinta (13), às 19h e 20h, no Shopping Mueller.

3 - ShortCutz
Como uma das muitas cidades do planeta a sediar o circuito mundial de curtas-metragens, Joinville também votará no melhor filme do ano. Os sete curtas indicados – de variadas origens, gêneros e durações – serão exibidos nesta semana, e após a sessão, todos os presentes receberão uma cédula para escolher seu favorito. O vencedor do 6º Prêmio Anual do ShortCutz será anunciado no dia 20 de janeiro, em Amsterdã.
Quando: quarta (12), às 20h, na 33Arthouse (rua Bento Gonçalves, 33, Glória).

4 - Ciclo Carlos Reinchenbach
Um dos mais importantes cineastas brasileiros do século 20 ganha uma homenagem do Coletivo Craca, que exibe gratuitamente três de seus filmes. São eles "Alma Corsária", de 1993 (quarta); "O Império do Desejo", de 1981 (quinta); e "Filme Demência", de 1986 (quinta).
Quando: de quarta (12) a sexta (14), às 19h30, no galpão da Ajote (Cidadela Cultural).

5 - "Os Palhaços"
Mais uma apresentação da peça de Miraci Dereti, censurada em 1968 e recuperada neste ano pelo Abismo Teatro de Grupo. Esta, porém, tem algo de peculiar: o local da encenação, o Arquivo Histórico de Joinville, coerente com um trabalho que explora as mazelas de um período negro da história do país mas que não perdeu sua atualidade.
Quando: quinta (13), às 19h30, no Arquivo Histórico de Joinville (Av. Hermann August Lepper, 650, Saguaçu).

6 - Coletânea de artistas
Na batida de desafiar seus associados a criar trabalhos em diferentes tamanhos, a Associação dos Artistas Plásticos de Joinville (Aaplaj) abre nesta semana a exposição “100 x 100”, uma “resposta” à mostra “Pequenos Formatos”. Os 21 artistas participantes produziram trabalhos  em fotografia, pintura, instalação, cerâmica e objeto com temática livre, mas que obedecessem as dimensões de 100 x 100 cm (um metro), no caso de bidimensionais, e 100 x 100 x 100, no caso de tridimensionais.
Quando: quinta (13), às 20h, no galpão da Aaplaj (Cidadela Cultural).



7 - Napkin acústico
Num ano com tanta movimentação para a banda, as meninas da Napkin não descansam nem no apagar das luzes. Se bem que a apresentação na Casa 97 será em fogo baixo, com os instrumentos desplugados e o intimismo se acomodando ao espírito do lugar. Saltarão aos ouvidos, portanto, a qualidade das canções de Natana e Kimberly, empolgantes mesmo sem o approach eletrorock.https://www.youtube.com/watch?v=EoE_YZLAKVk
Quando: quinta (13), às 19h, na Casa 97 (rua Arco-íris, 97, Iririú).


8 - Exército da Salvação
O Exército de Salvação é uma organização Nacional que atua em diversas atividades, em comunidades carentes, visitas a presídios e hospitais, ensino bíblico para crianças e grupo militante de mulheres. Em Joinville, será possível ver a faceta musical desse trabalho, por meio da apresentação da banda de metais e do coral da instituição. Participam instrumentistas de sopro, como trompetes e tubas, além de um grupo de cantores,  todos liderados pelo maestro Elias Soares.
Quando: sábado (15), às 14h, na praça de eventos do Shopping Cidade das Flores.

9 - Coral no shopping
Não importa a idade, quando chega o mês de dezembro todo mundo se deixa levar pelo clima mágico do Natal. As luzes, o Papai Noel, a música, tudo isso encanta e contagia as pessoas. Além da decoração e da presença do Papai Noel, o Garten Shopping abre as portas para o coral do Instituto Belas Artes apresentar as mais tradicionais canções natalinas.
Quando: sábado (15) e domingo (16), às 16h, na praça de alimentação do Garten Shopping.

10 - Metal Joinville Festival
Esta promete ser a maior edição da história do evento. Serão 12 bandas, de variados desdobramentos do rock pesado, vindos de Florianópolis, Indaial, Blumenau, Brusque, Balneário Camboriú, São Francisco do Sul e, lógico, Joinville. No dia 15, tocam Agony Voices, Apócrifos, Controversy, Maiden Scream, Corrosiva e Mad Head Machine; e no dia 16, Khrophus, Raging War, Synt TZ, Castiçal, Destoner e Cerebral Cannibal.
Quando: sábado (15) e domingo (16), a partir das 16h, no Garage Bar (rua Inácio Bastos, 812, Bucarein).

11 - Lucas Miranda
Depois de participações especiais nos shows de Breno Branches e Ricardo Ledoux, é a vez do cantor e compositor Lucas Miranda mostrar seu som na Livraria O Sebo. Ele apresenta por lá o show “Branco com Vermelho”, também título de seu EP de estreia, um compilado de seis faixas que mostram poesia embebida no indie folk de Of Monsters and Men, Tiago Iorc e Anavitória. Ledoux e o cantor Thyalisson Alencar são os convidados da vez.
Quando: sábado (15), às 16h, na Livraria O Sebo.


12 - Partilha Cultural
O Espaço Cultural Casa Iririú volta a realizar a Partilha Cultural, momento tradicional de envolvimento entre os frequentadores pontuado por apresentações de música, teatro, cultura popular, além de feira com artesanato. Tudo finaliza com uma partilha gastronômica, portanto, é solicitado que se leve um prato (doce ou salgado) e suco.
Quando: sábado (15), a partir das 20h, na Casa Iririú (rua Guaíra, 634, Iririú).

13 - “Elas por Elas”
“Elas por Elas: a Força das Mulheres Criadoras” é um show produzido em Florianópolis composto pelas cantoras Carol Voigt, Dandara Manoela, Iara Germer, Jana Gularte e Tatiana Cobbett. Inspiradas na sonoridade das cantorias populares, como os cânticos das lavadeiras e Terno de Reis, elas apresentam músicas autorais com um traço em comum: o universo feminino. No palco, o quinteto ganha o suporte dos instrumentistas Larissa Galvão, Fabio Mello, Luis Gama, Pedro Loch e Rafael Calegari, além das convidadas Ana Paula da Silva e Susi Brito.
Quando: sábado (15), às 20h, no Sesc.

14 - “Lá na Lua”
O Dionisos Teatro retoma seu espetáculo musical voltado ao público infanto-juvenil. Todo escrito pelos integrantes da companhia, o trabalho que mistura teatro e música é baseado em lendas sobre a Lua, que inspiram canções, histórias e brincadeiras. Após várias apresentações nos palcos, o espetáculo já virou CD e livro.
Quando: domingo (16), às 14h, no Sesc.

15 - Leia Mulheres
O clube literário Leia Mulheres Joinville realiza seu último encontro do ano discutindo o livro “A Mulher Desiludida” (1967), clássico da escritora, filósofa, ativista e professora francesa Simone de Beauvoir. A obra reúne três contos distintos e independentes que vão do envelhecimento, passam pela solidão e chegam ao abandono dos entes queridos, refletindo sobre a condição da mulher e seu papel sociedade.
Quando: domingo (16), às 15h, na Casa Iririú (rua Guaíra, 634, Iririú).

 

16 - Exposição
O premiadíssimo artista plástico peruano José Higinio Perea Pascual expõe parte de sua obra ao longo do mês no Garten Shopping.  Personagens, animais e paisagens são retratados realisticamente a partir da influência de escolas cuzquenhas e da mistura de materias. Morando há décadas no Brasil, ele já expôs no Japão, Estados Unidos, Itália, Canadá, México, Suécia, Alemanha, Argentina, África do Sul, Holanda e diversas cidades brasileiras, além de ter uma centena de obras expostas no Vaticano, encomendadas pelo Papa Francisco.
Quando: no mês de dezembro, no horário do Garten Shopping.