Depois de inaugurar o próprio estúdio de audiovisual, a Scar (Sociedade Cultura Artística), de Jaraguá do Sul, promove, agora, o primeiro curso voltado aos cinéfilos e fotógrafos de plantão. De setembro a dezembro, a entidade propõe uma imersão prática nos filmes e nas histórias sobre a fotografia acompanhada pelo professor Fabricio Porto.

Envolvendo o aluno na vivência da produção cinematográfica, a iniciativa oferece, além de aulas que traçam um panorama geral da sétima arte, a oportunidade de participar de um curta-metragem. As filmagens fazem parte do cronograma do curso e o filme servirá com trabalho de conclusão.

O projeto resulta de uma parceria com o Rotary Club da cidade e é destinado a estudantes do ensino médio de escolas públicas de Jaraguá do Sul. No cronograma, estão inclusos conhecimentos sobre a história do cinema e da fotografia, iluminação, técnicas de roteiro, pré-produção, produção e pós-produção de curta-metragem.

Respeitando o decreto de distanciamento a garantindo o bem-estar dos alunos, o curso será limitado a, no máximo, 16 inscritos. As aulas começam no dia 11 de setembro e ocorrem até 4 de dezembro, nas dependências do Centro Cultural.

Informações e inscrições podem ser feitas pelo telefone (47) 3275-2477.

Sobre a Scar

O centro cultural inaugurado em 2003, consolida-se como um espaço para as artes em Santa Catarina e possui dez mil metros quadrados distribuídos em seis pisos e modernas instalações.

Sendo avaliado como uma das melhores estruturas no Brasil, a Scar recebe espetáculos nacionais e internacionais e o reconhecimento de artistas, técnicos e produtores. O principal objetivo do centro é estimular a cultura regional, agindo dentro da formação artística nas áreas de dança, música, teatro e artes plásticas.

Para mais informações, acesse www.scar.art.br.

*Com informações de assessoria de imprensa.