Foto Divulgação
Foto Divulgação

Um edifício só pode ser considerado um arranha-céu, se tiver mais que 40 andares e ser mais alto que 150 metros.

No Brasil, existem apenas 34 prédios que se encaixam nessa categoria. O número é bem pequeno considerando que os Estados Unidos, por exemplo, possuem atualmente 779 arranha-céus.

Segundo dados da plataforma The Skyscraper Center, os 34 arranha-céus brasileiros são predominantemente residenciais, mas alguns também abrigam empresas.

Santa Catarina possui dois dos maiores arranha-céus do Brasil. Ambos ficam localizados em Balneário Camboriú, cidade que tem os prédios altos como destaque e é conhecida como a "Dubai brasileira".

10 maiores arranha-céus do Brasil

  1. Órion Business & Health Complex - Goiânia, GO (191m);
  2. Tour Genève - João Pessoa, PB (182m);
  3. Millenium Palace - Balneário Camboriú, SC (177m);
  4. Alameda Jardins Residence - Balneário Camboriú, SC (174m);
  5. Concordia Corporate - Nova Lima, MG (172m);
  6. Palácio W. Zarzur - São Paulo, SP (170m);
  7. Império das Ondas - Balneário Camboriú, SC (165m);
  8. Edifício Itália - São Paulo, SP (165m);
  9. Rio Sul Center - Rio de Janeiro, RJ (163m);
  10. Edifício Altino Arantes - São Paulo, SP (161m).

Arranha-céus em construção

Em breve, Santa Catarina deve ganhar mais destaque na lista dos maiores arranha-céus do Brasil, principalmente por conta dos prédios que estão em fase de construção em Balneário Camboriú.

De acordo com informações do Skyscraper Center, das 19 torres com mais de 150 metros atualmente em construção no Brasil, 15 se localizam em Balneário Camboriú.

Até 2022, a previsão é de que o balneário catarinense, cuja principal praia já carece de sol, terá 23 arranha-céus - seis dos quais com mais de 200 metros de altura.

Fonte: Arch Daily

 

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp?

Clique aqui!