Uma nova, sedutora e chacoalhante oportunidade de conhecer o que transita pelo corredor musical sul-americano chega nesta sexta-feira (1º) à Santa Catarina. A primeira edição do Soulatino Festival aterrissa às 21h no Cineramabc Arthouse, em Balneário Camboriú (rua São Paulo, 581-1), com três atrações e uma nova frente para a diversidade cultural do continente. Os ingressos custam R$ 25.
A estreia do festival já conta com uma atração de fora: a banda argentina Morbo Y Mambo (foto no alto), que percorre os países vizinhos apresentando um mix de dub, afrobeat, rock e eletrônica em meio a ondas de psicodelia. No momento, o grupo divulga “Muta” (2017), seu terceiro disco.

De Porto Alegre vem a Trabalhos Espaciais Manuais, uma máquina de ritmo que faz um peculiar baile-show. Samba, funk e rock se misturam a pitadas de jazz sem jamais perder a pegada dançante. No começo deste ano saiu o primeiro disco, auto-intitulado, que pode ser conferido AQUI.
A terceira atração é catarinense: Fá:Mi)Ri, banda jazzista que reúne três integrantes da conhecida Entrevero Instrumental. O novo trabalho autoral de Filipe Maliska, Arthur Boscato e Rodrigo Moreira é uma aposta na tecnologia e no humor com seus ingredientes principais.

Itamar Assumpção

Ainda no Cineramabc, neste sábado (2), a partir das 20h, acontece mais uma edição do Cine Boteco. A atração da vez é o documentário “Daquele Instante em Diante”, uma viagem pela vida e obra do saudoso Itamar Assumpção. Um dos pilares da chamada vanguarda paulistana, ele morreu em 2003 e deixou como legada uma obra genial e a postura independente, quase intransigente, a ponto de atrair para si o rótulo de “maldito”.
Partindo de uma pesquisa extensa que resultou em mais de 250 horas de imagens (muitas antológicas e inéditas) e um mergulho na vida pessoal do artista, o filme apresenta as várias facetas de Itamar: compositor, poeta, arranjador, o apaixonado por orquídeas, pai de família, iconoclasta e gênio incompreendido.