Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, o percentual de homens que "ajudam" em casa cresceu de 78,3% para 85% em Santa Catarina. Porém, ainda há diferenças relevantes no tempo dedicado a essas tarefas entre homens e mulheres catarinenses. Para comparar, as mulheres gastam quase o dobro de horas semanais com tarefas domésticas, que os homens.
O crescimento de 6,7 pontos percentuais fez com que SC saltasse da quarta para a primeira colocação entre os Estados com a maior taxa de homens que realizaram afazeres no próprio domicílio em 2017. Os homens que mais realizam os afazeres em SC são aqueles com ensino superior completo (88,3%); entre as mulheres, são as com ensino médio completo e superior incompleto (95,4%).
Apesar dos números terem aumentado, os homens não deviam apenas ajudar nos afazeres domésticos, mas sim participar tanto quanto as mulheres. Há homens que nem mesmo ajudam em casa, por puro preconceito de achar que cuidar da casa é coisa de mulher e que "homem de verdade" não faz tarefas de casa.
Fonte: DC