Agora é oficial. A Linguiça Blumenau, tão presente na mesa das famílias e nos cardápios dos restaurantes da região, teve a Norma Interna Regulamentadora (NIR) aprovada e validada pelo Governo de Santa Catarina.

A portaria estabelece a identidade e os requisitos mínimos de qualidade para a produção da iguaria, destinada ao consumo humano. A medida representa uma vitória para os produtores locais que há anos buscam oficializar o formato da produção.

 

“A Linguiça Blumenau é mais do que um alimento, ela representa a origem dos nossos antepassados. Por isso, essa regulamentação é uma conquista para nós produtores que seguimos todas as normas necessárias para entregar o melhor produto ao consumidor”, comemora Luiz Antonio Bergamo, sócio da Olho Embutidos e Defumados, de Pomerode, uma das empresas produtoras no Vale do Itajaí.

 

A iguaria é uma herança dos imigrantes europeus que se instalaram na região e adaptaram as receitas de seus locais de origem. A Linguiça Blumenau é produzida com carne suína sem osso, podendo ser paleta, pernil, lombo ou sobrepaleta, adicionada de toucinho sem pele. A receita leva ainda sal, alho e pimenta do reino, além de outros ingredientes opcionais, como cloreto de cálcio e açúcares.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul