Muitas meninas sonham viver em um conto de fadas e chegar à realeza da Schützenfest é uma oportunidade das jaraguaenses transformarem parte de seus sonhos em realidade.

Em 2018, o trio de majestades da Festa dos Atiradores é composto por Paula Luísa Pereira, como rainha, Julia Cristina Beuettgen, como primeira princesa e Nicolle Chuika é a segunda princesa.

Representando suas respectivas sociedades, as três têm em comum o amor pela cultura germânica, tradição do tiro e claro, por Jaraguá do Sul. Muito além de se destacarem pela beleza, as realezas atuam com vigor para dar continuidade aos costumes trazidos por seus antepassados a atrair novos simpatizantes para a Schützenfest.

Faltando apenas um dia para começar a Festa dos Atiradores, a ansiedade toma conta da rainha Paula, de 23 anos, que representa o Clube Atlético Baependi. Suas raízes sempre instigaram ela a admirar a cultura alemã, mas conforme foi dando os primeiros passos na Schützenfest, esse amor se intensificou.

Para Paula, o importante para aquelas que sonham em representar a festa é humildade e sinceridade, transparecendo e sentindo sempre alegria que movimenta essa tradição, pois não adianta estar com um sorriso falso no rosto. "Não é só carregar faixa e coroa na cabeça, tem muita coisa por traz disso, tem que se dedicar o máximo", conta.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

A vida de um rainha é corrida, tendo que participar de reuniões, eventos de tiro, desfiles, entrevistas e madrugar no salão. Mas Paula disse que sempre fez um esforço extra para comparecer em todos compromissos relacionados a Schützenfest.

"Não é fácil, o pé vai estar doendo, vamos estar cansadas, mas escolhemos estar aqui, então agora tem que assumir esse papel", relata.

Já a primeira princesa vem da Sociedade Ribeirão Grande da Luz, Julia Cristina Beuettgen, de 24 anos. Ela comenta que sua função é de extrema importância para a festa e para cultura germânica.

"Estamos aqui para representar uma tradição, uma cultura e passar isso para as pessoas.", destaca.

Julia também disse que a simplicidade é o que define o sucesso de uma rainha ou princesa, por isso ela frisa a importância de uma majestade contagiar as pessoas com seu sorriso e sinceridade.

O mesmo vale para o público se divertir nos pavilhões do Parque de Eventos. "Seja você mesmo, não transpareça algo que você não é, porquê não é isso que a Schutzen precisa", conta.

A segunda princesa é Nicolle Chuika, de 19 anos, da Sociedade Aliança, que angariou o posto após a desistência da primeira princesa, Taís Welk. Desde pequena, Nicolle está junto da cultura germânica, frequentando festas e desfiles. Ela conta que se tornar uma majestade é o sonho da menina do Rio Cerro sendo realizado.

"Sempre estive junto dessa tradição. Eu sei que estou representado e trazendo a essência do meu bairro para minha cidade", frisa.

Para a segunda princesa, duas dicas são valiosas para quem quer curtir a Schützenfest: basta vim com muito folego e estômago vazio, porque o que não vai faltar é dança, chope e gastronomia.

"A pessoa pode até entrar emburrada, mas vai sair muito feliz pois a alegria é contagiante", diz.

Homenagens às realezas da Schützenfest

Por ser a 30ª edição da festa, o presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), Alcides João Pavanello, adiantou que foi pensado em um evento que resgate toda a história da Schützenfest e das pessoas que passaram por ela.

Por isso terá uma homenagem especial para todas as majestades da Festa dos Atiradores. A celebração será concedida em uma marcha das rainhas, no dia 16 de novembro, mesmo dia em que será escolhido a rainha e princesas para representar a Schützen em 2019.

Sociedades que mais elegeram rainhas

Encabeçando a lista das sociedades que mais tiveram rainhas na história da Schützenfest está a Sociedade Amizade, com sete coroas ao longo das 30 edições . Na segunda posição, com duas rainhas a menos, vem o Botafogo Futebol Clube.

Em terceiro está a sociedade de Guaramirim, a Diana, com três rainhas, o mesmo número do Clube Atlético Baependi, da atual rainha Paula Pereira.

Fechando a lista vem a Sociedade Aliança, Sociedade Alvorada, Centenário e Sociedade Recreativa Vieirense, com duas coroas cada. Com apenas uma rainha estão as sociedades Hansa Humboldt, Desportiva Recreativa Rio da Luz e 25 de Julho.

-

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!