A professora Laís de Goís Becher Costa, da escola municipal Professora Eladir Skibinskim de Joinville, venceu o Prêmio de Incentivo à Publicação Literária - 200 Anos de Independência, realizado pelo Ministério da Cultura. Laís foi a única de Santa Catarina a ganhar o prêmio.

Laís receberá R$ 40 mil para publicar seu primeiro livro, “Autonomia em Brado”, com 44 poesias que falam de escravidão, dizimação dos povos indígenas, violência contra a mulher, culinária brasileira, praias brasileiras, política e miscigenação de povos.

A comissão julgadora do prêmio foi composta um grupo de estudiosos em literatura que atuam universidades federais e escritores. No total, foram 25 premiados de todo Brasil, em vários gêneros literários. Entre os vencedoras estão autores como Marcelo Duarte, escritor da coleção “O guia dos curiosos”, com mais de 650 mil exemplares vendidos.

“Minha maior alegria foi estar em meio a autores já consagrados no mercado nacional e editorial”, comemora a professora, que escreve há cerca de três anos. “Apenas o fazia por prazer. Resolvi este ano começar a inscrever meus livros em editais de concursos literários”, relata.

Aos escrever as poesias, professora Laís pensou no uso dos textos como material didático para uso com os alunos.

“Espero daqui em diante poder utilizar o Autonomia em Brado como um instrumento com o intuito de auxiliar meus colegas professores a trabalhar com os alunos em sala de aula, explorando a cultura do nosso país de forma curiosa, prática, fácil, engajadora, enriquecedora e até engraçada e emocionante, que são os ingredientes de algumas poesias”, conta, empolgada.

* Texto: assessoria de imprensa da Prefeitura de Joinville.