Ponte Hercílio Luz, 98 anos: Cinco curiosidades sobre a Velha Senhora

Ponte Hercílio Luz completa 98 amos | Foto: Ricardo Woffenbuttel

Por: Ewaldo Willerding Neto

13/05/2024 - 16:05 - Atualizada em: 13/05/2024 - 16:26

Orgulho dos florianopolitanos e catarinenses, a Ponte Hercílio Luz completa nesta segunda-feira, 13 de maio, 98 anos. Primeira ligação entre a Ilha de Santa Catarina e o Continente, a estrutura de ferro ainda é o principal cartão-postal da Capital e do Estado. Depois de anos servindo como solução de mobilidade, ficou interditada, entre pequenas aberturas e novos fechamentos, por quase 40 anos. Sua reinauguração em 2019 foi um marco. Hoje, além de ser uma alternativa para entrar e sair da Ilha, é ponto de encontro e passeios aos finais de semana, quando fica destinada apenas aos pedestres.

Para comemorar a data, o OCP elencou cinco curiosidades sobre a Velha Senhora. Confira.

1 – Quem projetou e quem construiu

David Barnard Steinman foi um engenheiro civil estadunidense. Foi o projetista da Ponte Hercílio Luz. A construção ficou a cargo da American Bridge Company. Além da Hercílio Luz, existiam apenas outras duas pontes do mesmo modelo no mundo, ambas nos Estados Unidos. A Silver Bridge que desabou em 1967 causando a morte de 46 pessoas, e a Fort Steuben Bridge que foi demolida em 2012 após apresentar problemas estruturais.

2 – O primeiro nome

Inicialmente, o nome da estrutura seria Ponte da Independência, mas após a morte dop governador Hercílio Luz, não restou aos demais políticos homenagear quem mais lutou por sua construção. Hercílio Pedro da Luz, político e engenheiro, foi quem assinou o contrato para a construção da estrutura que faria a primeira ligação entre a Ilha e o Continente. Na época em que a ponte começou a ser construída ele era governador do Estade não viu a ponte ser finalizada, morreu dois anos antes da inauguração, em 1924.

Silver Bridge, construída nos EUA | Foto: Acervo/American Bridge Company

3 – Uma miniatura como homenagem

Com o estado de saúde debilitado, a expectativa de quem Hercílio Luz resistisse até a inauguração da ponte. Cientes de que seria muito difícil, os responsáveis pelo governo à época realizaram em outubro de 1924 uma inauguração simbólica. Construíram uma passarela pênsil de 18 metros de comprimento no centro da cidade. A estrutura era uma réplica da passarela da ponte, em miniatura, com escala 50 vezes menor que a original. Hercílio Luz viu, passou e gostou. Doze dias depois, faleceu.

Miniatura construída para Hercílio Luz passar | Foto: Acervo/Governo de SC

4 – Problemas na inauguração

Apesar de estar com a sua estrutura pronta desde janeiro de 1926, a inauguração da Ponte Hercílio Luz só aconteceu em 13 de maio de 1926 porque faltavam as obras de acesso à passarela, que foram concluídas em fevereiro. O governo ainda postergou a data de entrega para contratar uma empresa para fazer a vistoria e atestar que a ponte estava em condições de entrar em funcionamento. Feito isto, com a estrutura e as cabeceiras da prontas, a estrutura histórica foi inaugurada.

Após anos em obras, foi reaberta em 2019 | Foto: Arquivo/PMF

5 – As interdições e a reinauguração

No dia 22 de janeiro de 1982 a ponte foi interditada pela primeira vez. Em 15 de março de 1988 a estrutura foi reaberta apenas para o tráfego de pedestres, motocicletas e veículos de tração animal. A ponte foi fechada definitivamente em julho de 1991. Todas as interdições foram motivadas por problemas na estrutura. No final de 2005 foi lançado o edital para a reforma da Ponte Hercílio Luz e as obras iniciaram em 2006. Inicialmente o prazo máximo para a entrega da restauração era 13 de maio de 2012, quando a ponte completou 86 anos. O valor gasto nas obras de reforma ultrapassam os R$ 600 milhões. Enquanto sua construção levou apenas 3 anos e 6 meses, a restauração da estrutura já dura mais de 13 anos. A data oficial para a reabertura da Ponte Hercílio Luz é dia 30 de dezembro de 2019.

 

Notícias no celular

Whatsapp

Ewaldo Willerding Neto

Jornalista formado pela UFSC com 30 anos de atuação.