Foto: Arquivo OCP News | Eduardo Montecino

Foto: Arquivo OCP News | Eduardo Montecino

Entre dias com temperaturas de verão e dias típicos de inverno, fica a dúvida: ainda vai ficar frio na região? Segundo o meteorologista do sistema Epagri/Ciram, Marcelo Martins, vai sim.

Ele comenta que julho e agosto são os meses mais frios do ano, com predomínio de massas de ar frio e seco. As primeiras semanas do mês devem ser as mais geladas.

Existem chances de formação de geada ampla e temperaturas negativas. "Dependendo da combinação dos fenômenos meteorológicos, pode até nevar", aponta Martins.

Nas primeiras semanas o clima também será influenciado pelas massas de ar seco, favorecendo uma maior amplitude térmica durante o dia. Ou seja, a madrugada e o amanhecer devem ter mínimas bem baixas, que se elevam no período da tarde e voltam a cair pela noite.

Conforme a previsão, nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade, também são esperados, especialmente para o fim do mês.

Em relação à chuva, agosto não deve registrar acumulados muito significativos. Historicamente, neste mês, a média climatológica varia de 100 a 120 milímetros no Planalto Norte e Litoral.

E aí, gostaram da notícia? Vocês são do time que preferem inverno ou dos que são mais chegados no verão? Contem pra gente lá no Facebook.

-

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!