A passagem da Tocha Olímpica por Jaraguá do Sul tem causado expectativas nos jaraguaenses, mas também surgem algumas dúvidas sobre o evento. A principal, trazida pelos próprios leitores é: quanto vai custar para que o objeto passe pela cidade? Será que a Prefeitura vai desembolsar uma grana tensa para que esse evento aconteça aqui?
Contatamos as autoridades para saber, e a resposta é: não! Ao contrário de como muitos estavam pensando, nenhum valor vai ser desembolsado pela passagem da tocha pela cidade. Quem afirma isso é o presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Jean Leuprecht. "Não temos custo nenhum. Vamos apenas ceder os espaços para os atletas participarem e estamos ajudando na organização com os funcionários da própria Fundação", garante Leuprecht. Ele acrescenta que todo o investimento está sendo feito pelos patrocinadores do evento, no caso Bradesco e Nissan.
Jean Leutprecht. Foto: divulgação PMJS
Jean Leutprecht. Foto: divulgação PMJS
O diretor da FME e coordenador local do revezamento da tocha, Alessandro Martins, também confirma a informação, e ainda acrescenta que o município vai atuar como parceiro, cedendo a Arena Jaraguá, por exemplo. "Os boatos diziam que o município iria desembolsar R$ 180 mil, o que é um absurdo. Isso é muito dinheiro, principalmente agora, na situação financeira em que se encontra a cidade", complementa Martins. Ele ainda acrescenta que até mesmo os gastos com a divulgação serão por conta dos patrocinadores.
Lembrando que a tocha vai estar aqui em Jaraguá no próximo dia 13 de julho, uma quarta-feira. O trajeto inicia na Scar (Czerniewicz), às 9h52, e termina na Arena Jaraguá às 11h30, totalizando 7,6 quilômetros de revezamentos. Veja aqui todo o trajeto da tocha.
-
Veja o mapa e saiba por onde a tocha vai passar em Santa Catarina e no Brasil: