A banda Panaceia está trabalhando na divulgação do seu primeiro disco, de nome homônimo. Nesta quinta-feira (14), a banda chama o guitarrista e fundador banda Cachorro Grande, Marcelo Gross, para um show no Pirata Rock Bar, em Jaraguá do Sul.

O quarteto formado por Gabe Franco (vocal), Nando Costa (Guitarra), Nathan Dub (baixo) e Yoran "Chopicalqui" Kuriwa lançou o disco com dez músicas em um show com Gross, que faz participações no álbum.

Os integrantes afirmam que bebem de diversas vertentes do rock. As letras falam sobre coisas do cotidiano, sobre o ser humano, da sustentabilidade e da liberdade. Gabe afirma que a banda começou em 2013 e a busca para gravar o trabalho autoral ocorreu em 2015.

Inicialmente, o lançamento do primeiro disco seria pela Sony Music, mas o contrato foi rompido e, após um período na Universal, acabaram no selo Blast Records, da Som Livre. A partir daí, a Panaceia começou a trilhar a estrada para o seu primeiro disco.

A banda lançou o single “A Plantação” e tinha uma pegada mais radiofônica, mas acabou abandonando o som comercial para mergulhar no underground. Nando explica que “a mudança da formação trouxe um amadurecimento da sonoridade”.

A banda foi até São Paulo e gravou as músicas do álbum em três estúdios diferentes. Uma das faixas gravadas foi uma versão de “Um Lugar do Caralho”, música icônica de Júpiter Maçã. A canção contou com a participação do guitarrista do Cachorro Grande.

“Nós acabamos virando amigos. É uma pessoa muito especial. O Gross está começando a carreira solo por gosto. A gente está nesse rolê desde setembro do ano passado. Nós gravamos essa música e fizemos um clipe juntos em Porto Alegre”, comenta o guitarrista.

No show desta quinta, a banda acompanha Gross em sucessos do Cachorro Grande, do novo trabalho e em clássicos do rock’n roll.

O início do show está programado para as 21h e os ingressos custam R$ 20.