Conhecida por suas apresentações, a Orquestra da Furb, em Blumenau, está voltando aos ensaios presenciais e apresentações ao público. Porém, para não causar aglomerações, a Orquestra está fazendo intervenções musicais. As primeiras aconteceram na quarta-feira, dia 04 de agosto, na entrada do bloco I e no saguão de entrada do bloco A, ambos no campus 1 da Furb.

O maestro Roberto Rossbach explica que as apresentações estão acontecendo com grupos pequenos de músicos. “As intervenções musicais da Orquestra da Furb estão acontecendo com grupos pequenos da orquestra, porque nós estamos voltando aos poucos aos ensaios presenciais, só que não podemos fazer ensaios presenciais com todos os instrumentistas num mesmo espaço. Então, estamos fazendo trabalhos em várias salas e grupos pequenos e, assim, tivemos a ideia de reiniciar as nossas performances, quem têm sido até então gravadas, fazendo intervenções em lugares públicos”.

Ele também destaca que, com o início do segundo semestre letivo na Universidade, que começou no dia 02 de agosto, o objetivo é mostrar o grupo aos novos estudantes. “Também a título de mostrar que existe o grupo, que a orquestra está ativa e nós estamos, aos poucos, voltando aos nossos trabalhos presenciais. Tanto nos ensaios quanto nas nossas apresentações”.

Como as formações dos músicos em tempos de pandemia estão diferentes, o repertório também teve que ser adaptado ao número reduzido de instrumentistas. “Esse repertório é totalmente novo. Não é um repertório orquestral, é um repertório que foi arranjado, adaptado para formações menores e combinações de instrumentos diversas”.

Ele destaca que o repertório conta com estilos musicais diversificados, desde a música erudita, música barroca, mas principalmente temas mais populares, como, por exemplo, a música Havana, da cantora e compositora cubana, Camila Cabello.

Outras intervenções

A intervenção, claro, é uma surpresa ao público, mas outras ações como estás estão previstas para acontecer tanto na Furb quanto em outros espaços da cidade. “Vamos ter outras intervenções na Furb e em outros espaços públicos da cidade. Nós temos grupos de sopro de madeira, grupo de sopros de metais e temos o grupo de cordas também. Essas formações diversas escolheram um repertório específico para a sua formação, fizeram arranjos, adaptações e esse repertório estão sendo apresentando nessas intervenções que nós estamos fazendo”, finaliza Rossbach.

As apresentações estão sendo transmitidas ao vivo pelo Instagram do grupo, em @orquestra_furb.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.