A fim de um teatro no fim de semana? O que não falta é opção, mesmo porque o Verão Teatral, mesmo estando na “finaleira” de sua programação, ainda tem coisa boa para oferecer. Vide “A Litorina”, texto de 1970 de Miraci Dereti que o Abismo Teatro de Grupo remontou a partir dos manuscritos do falecido professor, escritor e diretor da Fundação Cultural de Joinville. As apresentações na Estação da Memória acontecem sexta (16), sábado (17) e domingo (18), às 20 horas. Ingressos a R$ 10. No galpão da Ajote, na Cidadela Cultural, o espetáculo “Fadas” reaparece nesta sexta (16), às 20h30. Nele, a Essaé Cia. se vale de objetos variados para contar a história de uma menina que ganham o dom de expelir pedras preciosas a cada vez que fala palavras gentis. No sábado (17) e domingo (18), às 20h30, a Cia. Rústica encena “Se o Brasil é por nós...”, texto crítico que ironiza o cenário nacional atual. Na trama, uma fábrica à beira da falência, obrigando seu dono a contratar uma empresa de consultoria para salvá-la – nem que seja à base de muita criatividade. Os dois espetáculos têm ingressos a R$ 20 (inteira). Por fim, O  Circo Lúdico ocupa a Praça Nereu Ramos, no centro de Joinville, para apresentar “Invocação” (foto) às 19 horas desta sexta (16). Na performance de rua do grupo, fogo, poderoso agente de transformação da matéria, é incorporado a partir de seus dualismos em uma performance que une dança, malabarismo e percussão, convidando o público a embarcar em um ritual de invocação e purificação através das labaredas. Para assistir, não paga nada, claro.