Se você costuma acompanhar as notícias sobre a Megasena, modalidade de loteria da Caixa Econômica Federal, já deve ter visto, em algum lugar, comentários sobre ganhadores misteriosos de prêmios altos. Você até se pergunta, será que eu conseguiria guardar segredo?

Tem gente escondida embaixo de 7 chaves, como se dizia antigamente... O vencedor do concurso 2.081 do sábado, dia 22 de setembro de 2018 realizou uma façanha. Conseguiu receber seu prêmio de 21.763.750,54 reais e sair de fininho, sem ninguém ficar sabendo quem era.

Não existe nenhuma obrigatoriedade em revelar publicamente o nome dos vencedores nas regras da loteria. Seja por uma questão de segurança, por medo da ganância de vizinhos e familiares ou por qualquer outra coisa, qualquer ganhador pode ficar anônimo.

O nome e documentação ficam arquivados na sede da Caixa para sempre, é possível auditar o processo por completo, para que não haja qualquer dúvida sobre a lisura do sorteio, que é auditado por órgãos independentes, inclusive. A vizinhança só sabe se a pessoa quiser.

O sorteio em questão premiou um morador da pequena cidade de Itaguara, na região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Com apenas 13 mil habitantes, todo mundo se conhece por lá e, por isso mesmo, acaba reparando em todas as mudanças que acontecem na vida dos vizinhos. Qualquer demonstração de riqueza, todo mundo fica sabendo na hora.

Foi por causa disso que o assunto começou a ser comentado. Quem foi o sortudo? Os funcionários da lotérica não sabem dizer quem foi, mas apostam em um sortudo do sexo masculino, grande maioria entre os apostadores.

Cerca de 10 moradores já foram apontados como os possíveis vencedores, mas todos negam. O assunto virou uma grande diversão na cidade, uns apontando aos outros como milionários enrustidos. A verdade é que, se não aparecer o sortudo, ele pode ter sido um caminhoneiro que tenha passado pela região, que é próxima de rodovias movimentadas.