Não é só da entrega de correspondências que trabalham os Correios, a empresa já oferece diversos serviços, como empréstimos, pagamentos de contas, envio de dinheiro por CPF e mais. Além destes, agora também vai disponibilizar telefonia móvel para celulares, chamada de Correios Celular, que será uma operadora móvel virtual (MVNO).
O serviço chega em fevereiro em São Paulo e, aos poucos, será expandido para todo o Brasil.
Os sistemas operacionais e de billing serão da EUTV, enquanto o marketing e as vendas serão da Correios Celular. A companhia vai comercializar o serviço por conta da licitação que ganhou recentemente. Em rede nacional, a operadora tem um acordo com a TIM para abranger outras localidades.
O foco da Correios Celular é atender as classes sociais C e D com planos básicos, baratos e muito simples de entender. Em um primeiro momento, apenas planos pré-pagos serão vendidos (assim como os chips) em qualquer uma das 12 mil agências dos Correios do Brasil. A ideia é aproveitar a confiança que as pessoas depositam na marca.
Outro intuito é ajudar na inclusão digital dessas classes e, se possível, da classe E também, que pode acabar atendida durante o marketing do serviço. Apesar de desejar agregar 1 milhão de usuários ainda em 2017, a Correios Celular não quer entrar na briga de operadoras brasileiras, mas sim realizar o trabalho com eficiência e clareza ao cliente, pois a maioria deles não confiam nas atuais operadoras por não entenderem bem o que é consumido e o que é pago.
A grande sacada é o regime de credenciada, pois, caso algo fique em desacordo com os padrões ou uma reclamação formal seja feita à Correios Celular, quem responde é a EUTV, que é a companhia associada à Anatel.
Fonte: Tecmundo
Foto: Divulgação