Os usuários do WhatsApp que se cuidem, os bandidos agora usam a clonagem de chips de celular para extorquir dinheiro.

O crime consiste basicamente em roubar o número de celular das vítimas para acessar as contas no aplicativo e iniciar conversas com amigos e familiares das vítimas alegando que precisam de dinheiro ou pedindo a compra de produtos de alto valor.

Segundo informações da Célula de Inteligência Cibernética da Policia Civil, no Brasil o golpe já afetou mais de cinco mil pessoas.

Dessa vez, o problema não está relacionado com a quebra de segurança do aplicativo de mensagens, mas sim com a fragilidade no mecanismo de verificação de identidade de operadoras de telefonia.

Segundo a polícia, os criminosos compram chips novos e ligam para a operadora tentando recuperar o suposto número perdido, usando também informações pessoais das vitimas para enganar o atendimento das operadoras.

Através desse método o criminoso consegue acessar grupos e contatos e usar a foto e o nome do dono do perfil.

Dicas para se proteger contra tentativas de golpe

O WhatsApp recomenda a ativação da verificação de dois passos. Com o recurso habilitado a sua conta só poderá ser usada em outro aparelho com a digitação de uma senha de seis dígitos definida pelo usuário.

Sem essa verificação, o criminoso não poderá usar sua conta no mensageiro, mesmo tendo o chip clonado.

Outra dica importante é sempre duvidar de mensagens de amigos ou familiares pedindo ajuda financeira. A recomendação é ligar para o número do remetente para checar se é verdadeiro.

Fonte: TechTudo

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?